conecte-se conosco


Tecnologia

Twitter apaga publicações de Silas Malafaia que infringiam regras sobre coronavírus

Publicado em

Tecnologia

O Twitter apagou sete publicações da conta do pastor Silas Malafaia na noite desta quinta (2). No lugar das publicações, feitas durante a tarde, aparece a mensagem: “Este tweet não está mais disponível”.

Ao G1, a rede social disse que as publicações “infringiam regras sobre coronavírus”.

Em nota, o Twitter disse que “anunciou recentemente em todo o mundo a expansão de suas regras para abranger conteúdos que forem eventualmente contra informações de saúde pública orientadas por fontes oficiais e possam colocar as pessoas em maior risco de transmitir COVID-19.”

O Twitter não divulgou o conteúdo das publicações apagadas. Na conta de Malafaia, há outras nove publicações sobre cononavírus feitas poucas horas após as que foram removidas.

Postagens de Bolsonaro apagadas

Na segunda (30), Facebook e Instagram também removeram um dos vídeos de suas plataformas. De acordo com um porta-voz do Facebook, a plataforma remove “conteúdo no Facebook e Instagram que viole nossos Padrões da Comunidade, que não permitem desinformação que possa causar danos reais às pessoas”.

Leia mais:  Honda Africa Twin 1100 Adventure Sports DCT: primeiras impressões

No vídeo que foi apagado nas três redes sociais, Bolsonaro conversa com um ambulante e defende que as pessoas continuem trabalhando. No segundo vídeo, removido apenas do Twitter, ele entra em um supermercado, volta a provocar aglomerações e critica as medidas de isolamento.

Por: G1

Comentários Facebook
Propaganda

Economia

Banco do Brasil libera uso do PIX em seu bot para WhatsApp

Publicados

em

Aproveitando a boa recepção do público, o Banco do Brasil se tornou a primeira instituição financeira do país a liberar o uso do PIX pelo WhatsApp. A novidade foi anunciada nesta semana e funciona de forma relativamente simples.

O usuário só precisa chamar o Banco do Brasil no WhatsApp (61 4004-0001), cadastrar sua conta e escrever a palavra PIX. Após isso, o mensageiro deve exibir um menu com as opções de pagar, receber ou cadastrar chave PIX.

Imagem/Reprodução: mobiletime

O bot usado pelo Banco do Brasil foi anunciado no ano passado e já faz uma série de outras operações. Caso o usuário já tenha se cadastrado no PIX, o uso da ferramenta no WhatsApp é ainda mais fácil:

Em casos de pagamento, o assistente virtual deve solicitar a chave PIX do recebedor e o valor. O banco deve informar o nome e a instituição de destino para confirmar a transação. Caso tudo esteja certo, basta apenas responder “sim” para receber um link seguro onde será necessário digitar a senha. Após essa etapa, o comprovante é exibido no mensageiro e pode ser compartilhado.

Caso o usuário queira receber, basta apenas escolher a opção no menu e informar a chave de recebimento, valor e descrição. Assim, o WhatsApp deve exibir um QR Code para ser compartilhado com o pagador. Vale lembrar que o Banco do Brasil é parceiro do sistema de pagamentos do WhatsApp, que ainda não foi liberado pelo Banco Central.

Leia mais:  É preciso trocar o chip ou o número de celular após ter o WhatsApp roubado?

FONTE: https://www.tudocelular.com/mercado/noticias/n166485/banco-do-brasil-pix-whatsapp-bot-pagamentos.html

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana