conecte-se conosco


POLÍTICA

PT aciona STF contra Bolsonaro, Carlos e Moro no caso Marielle

Publicado em

POLÍTICA

source
Bolsonaro ao lado de Moro arrow-options
Carolina Antunes/PR

Bolsonaro disse pegou gravações antes de “adulteração”

O PT acionou nesta segunda-feira (4) o Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente Jair Bolsonaro , seu filho Carlos e o ministro de Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro no caso do assassinato da ex-vereadora carioca Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes . A ção foi aberta com base na declaração de Bolsonaro de que ele pegou as gravações da portaria do condomínio Vivendas da Barra , no Rio de Janeiro, antes de uma “adulteração”.

O argumento do partido é que Bolsonaro e seu filhos alteraram os arquivos. Os áudios tratam  da gravação da conversa entre o porteiro do concomínio e o ex-PM Élcio Queiroz , suspeito de envolvimento na morte de Marielle em março de 2018. Élcio visitou o ex-policial Ronnie Lessa , acusado de ter sido o autor dos disparos a vereadora e seu motorista.

Leia também: Advogado de Bolsonaro sonegou informação sobre áudio, diz diretor da Globo

Segundo o partido, houve crime de responsabilidade pelo presidente e pelo ministro da Justiça, além de improbidade administrativa de Moro e Carlos.

Leia mais:  Bolsonaro atinge a marca de mil declarações falsas ou distorcidas

O PSL tem uma ação aberta no Supremo Tribunal Federal (STF) que pede a revisão de pena em casos de obstrução de justiça . A petição foi aberta pelo presidente nacional da sigla, no entanto, foi aberta em 2016 pelo presidente nacional da sigla, Luciano Bivar , em 2016. Na época, Bolsonaro nem era filiado ao PSL.

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA

Daniel Silveira e blogueiro bolsonarista são cotados pelo PTB para o Senado

Publicados

em

Por

source
Daniel Silveira (PSL-RJ) está em prisão domiciliar por divulgar vídeo com ameaças a ministros do STF
Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

Daniel Silveira (PSL-RJ) está em prisão domiciliar por divulgar vídeo com ameaças a ministros do STF

O PTB de Roberto Jefferson articula as candidaturas do blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio e do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) para o Senado nas eleições de 2022, além de cogitar também o nome do ex-senador Magno Malta . As informações são do Congresso em Foco .

Silveira, réu no Supremo Tribunal Federal (STF) por incitar violência física contra ministros da própria corte, está em prisão domiciliar com usa tornozeleira eletrônica tem discurso alinhado ao de Roberto Jefferson.

No final de fevereiro, ele chegou a anunciar a filiação do deputado fluminense ao partido. Até hoje, porém, Silveira continua no PSL e poderia perder o cargo caso mudasse de partido.

Magno Malta, que um dia já foi cotado a vice-presidente de Jair Bolsonaro (sem partido) em seu primeiro mandato, hoje tem pouca participação política e ainda se mantém filiado ao PL (Partido Liberal).

Leia mais:  Governadores criticam "arrogância" de Doria em reunião da vacina contra Covid-19

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana