conecte-se conosco


CIÊNCIA E SAÚDE

Politização da Covid-19 é um dos maiores problemas da pandemia, diz diretor-geral da OMS

Publicado em

CIÊNCIA E SAÚDE

Durante coletiva da Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta quinta-feira (23), o diretor geral Tedros Adhanon afirmou que falta de liderança política e disputas partidárias em alguns países piorou a pandemia do coronavírus no mundo.

“Um dos maiores problemas que enfrentamos é a politização da pandemia”, disse Tedros. “Partidarismo simplesmente piorou a situação. O que é importante é solução embasada na ciência e na solidariedade.”

Tedros fez as afirmações acima após ser questionado pelos jornalistas sobre os recentes ataques de políticos dos Estados Unidos à OMS.

A líder técnica de emergências da OMS, Maria van Kerkhove, também se pronunciou. “Sou americana e quero comentar a situação”, disse. “Eu tenho orgulho em ser OMS, antes de tudo.”

Ainda nesta quinta-feira (23), OMS alertou que quase metade de todos os casos de coronavírus no mundo estão concentrados em apenas 3 países: Estados Unidos, Brasil e Índia.

“Quase 10 milhões de casos da Covid-19, ou dois terços de todos os casos no mundo, são de 10 países. Quase metade de todos os casos relatados até agora são de apenas três países”, informou o diretor-geral da OMS, Tedros Adahnon. “Embora todos os países tenham sido afetados, continuamos a ver intensa transmissão em um grupo relativamente pequeno de países”, complementou.

Leia mais:  Irmãs que fazem aniversário juntas dão à luz no mesmo dia

A OMS informou que mais de 15 milhões de casos da Covid-19 já foram relatados à agência, além de quase 620 mil mortes.

Vacina de Oxford avança

No momento, 136 vacinas estão sendo desenvolvidas em todo o mundo. A da Universidade de Oxford, no Reino Unido, é a mais avançada.

Os resultados positivos divulgados nesta segunda se referem às duas primeiras fases de testes da imunização. A terceira fase está ocorrendo no Brasil.

As fases 1 e 2 dos testes que foram conduzidas simultaneamente no Reino Unido, tiveram 1.077 voluntários. Os ensaios mostraram que a vacina foi capaz de induzir a resposta imune tanto por anticorpos como por células T até 56 dias depois da administração da dose.

Uma vez que o mundo tiver uma vacina contra a Covid-19 pronta, Tedros alertou que o produto deverá ser encarado pelos países como um “bem público global”, e que os governos devem se comprometer a garantir uma distribuição justa da vacina.

Por: G1

Comentários Facebook
Propaganda

CIÊNCIA E SAÚDE

Capacitação para agentes de endemias em Carneirinho

Publicados

em

Na manhã de hoje (22), os Agentes de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde de Carneirinho participaram de uma capacitação de como usar como usar veneno pra matar as larvas em reservatórios e recipientes.

De acordo com o Diretor de Vigilância Sanitária e Epidemiologia, Fábio Souza Ribeiro (Fabio Caixeta), antes o produto utilizado era em pó e agora é em comprimido.

Comentários Facebook
Leia mais:  Minas Gerais recebe 26º lotes de vacinas contra covid-19
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana