conecte-se conosco


EDUCAÇÃO

Outra pandemia assusta as famílias brasileiras: A da fome!

Publicado em

EDUCAÇÃO

Falta alimentos para mais de 10 milhões de brasileiros e a LBV conta com a sua ajuda para continuar atendendo famílias em vulnerabilidade social e em risco alimentar. Não deixe pra depois, faça a sua parte. Colabore!

Milhares de pessoas não têm o que comer: falta-lhes o alimento básico. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em cinco anos, a fome aumentou no Brasil e já são 10,3 milhões de pessoas que vivem em insegurança alimentar grave no país. A fome é mais prevalente nas áreas rurais, atinge mais os domicílios chefiados por mulheres e quase metade dos famintos são da região Nordeste. Com a pandemia do novo coronavírus os índices de desemprego também aumentaram atingindo a marca de 14,1 milhões de pessoas, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad) pelo IBGE, divulgada em dezembro/2020. Outra preocupação é a alta nos preços dos alimentos que também afeta as famílias mais vulneráveis, principalmente as que moram com pessoas abaixo dos 18 anos.

Leia mais:  Harvard oferece mais de 100 cursos online e gratuitos

A Legião da Boa Vontade (LBV) continua sua intensa mobilização social, por meio de suas campanhas emergenciais que visam angariar donativos para entregar itens essenciais, a exemplo do leite, que compõe a cesta de alimentos, tão necessário para reforçar a alimentação da família e ajudar no desenvolvimento de crianças.

Por isso, a LBV precisa de doações para continuar prestando o atendimento a milhares de famílias em vulnerabilidade social e em risco alimentar que foram fortemente afetadas com os impactos socioeconômicos da pandemia da Covid-19. A meta da LBV é entregar por meio da Campanha Diga SIM, até agosto, nas cinco regiões do país, 85 mil cestas de alimentos; 242 mil litros de leite; 91 mil kits de higiene e de limpeza; e ainda 20 mil cobertores para famílias que residem em regiões onde o inverno é mais rigoroso, além de continuar com todo atendimento em suas 82 unidades socioeducacionais.

Saiba como ajudar:

Acesse www.lbv.org.br e colabore. Selecione a opção que desejar e, de coração, doe qualquer valor. Se preferir, faça uma transferência bancária pelo PIX oficial da LBV: pix@lbv.org.br.

Leia mais:  Possíveis fraudes no sistema de cotas da UFJF são denunciadas em perfil de rede social

Contas Bancarias:

Bradesco: Agência: 0292-5 — C/C: 92830-5

Itaú: Agência: 0237 — C/C: 73700-2

Banco do Brasil: Agência: 3344-8 — C/C: 205010-2

Caixa Econômica Federal: Agência: 1231 — operação: 003 — C/C: 100-0

Santander: Agência: 0239 — C/C: 13.002754-6

Confira essas e outras ações realizadas pela LBV no endereço @lbvbrasil no Facebook, no Instagram e no YouTube.

Por: LBV – Legião da Boa Vontade

 

Comentários Facebook
Propaganda

EDUCAÇÃO

Governador inaugura Centro de Educação Infantil e Unidade Básica de Saúde, em Contagem

Publicados

em

Escola atenderá até 92 crianças de 0 a 3 anos; centro de saúde contará com seis consultórios e atendimento odontológico.

O governador Romeu Zema participou, na tarde desta quarta-feira (12/5), da inauguração de um Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) e uma Unidade Básica de Saúde (UBS) no bairro Vila São Paulo, em Contagem.

As obras, concluídas neste ano, foram executadas pelo Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG), por meio de convênio com o governo federal e com contrapartida do Estado e da Prefeitura de Contagem. Ao todo, foram investidos R$ 5,37 milhões.

As construções do Cemei e da UBS foram previstas em 2009, por intermédio do Ministério do Desenvolvimento Regional, dentro do PAC Contagem, para as obras de Qualificação Urbana e Ambiental do Ribeirão Arrudas. Elas foram inicialmente licitadas em 2012, mas acabaram paralisadas em 2016.

Zema afirmou que é uma irresponsabilidade iniciar obras e não conclui-las e reafirmou o compromisso de sua gestão em fazer mais com menos, otimizando recursos e finalizando as construções que ficaram paradas no estado.

“É muito gratificante ver tudo bonito, novo, pronto para ser usado por pessoas que vão ter seus filhos bem cuidados aqui nesta unidade de ensino. Estamos participando de algo que ficou parado e ajudamos a viabilizar. Esse é um compromisso do meu governo. Se concluirmos 30% do que foi começado e ficou abandonado, já teremos um grande avanço em Minas”, destacou.

Cemei

O centro de educação tem capacidade para atender até 92 crianças, sendo destinado à faixa etária de 0 a 3 anos (educação infantil) e turmas de 1 e 2 anos em tempo integral. O prédio contempla 11 salas, sendo: uma multiuso, uma de atividades, sete de aula, uma de professores e funcionários e um refeitório.

Leia mais:  Escolas particulares em 4 capitais planejam reabertura em julho e outras 3, em agosto; SP reabre em setembro

A prefeita de Contagem, Marília Campos, disse que a obra vai ajudar a preparar as crianças para o ensino fundamental.

“A gente se preocupa com a vida, com as nossas crianças.  Esta escola vem atender a demanda maior no momento, que é o público de 1 a 3 anos. É importante começar a escolarização na infância para termos meninos e meninas mais preparados para o ensino fundamental”, apontou.

A mãe de um dos alunos da unidade Sheila Pereira dos Santos agradeceu pela entrega e comemorou os benefícios para o filho, João Pedro, matriculado no 3º período.

“Estou extremamente grata ao governador e à prefeita por entregarem um local de qualidade, bem estruturado, pessoas qualificadas, onde podemos confiar nossos filhos”, afirmou.

UBS

Já a Unidade de Saúde conta com espaços destinados à realização de procedimentos e cuidados de Enfermagem, além de atendimento odontológico. Há ainda recepção, registro e marcação de consultas e apoio administrativo.

No segundo bloco estão seis consultórios (Enfermagem, especialidade médica e Odontologia), além de sala de reuniões e sala de curativo.

O secretário de Estado de Saúde, médico Fábio Baccheretti, valorizou a unidade de saúde para reforçar a assistência médica aos mineiros.

“No momento em que só se discute pandemia, deixar como legado uma Unidade Básica de Saúde, aquela que continuará independentemente do momento que estamos vivendo, é muito importante. Dentro do Sistema Único de Saúde, o que se tem de mais essencial é o posto de Saúde, aquele que está perto da comunidade. Então é uma obra muito importante, que vai deixar um grande legado para os próximos anos”, afirmou.

Leia mais:  Universitários acumulam dívidas e deixam cursos na pandemia; redução de mensalidades para na Justiça

Parque

O governador Romeu Zema e a prefeita Marília Campos também visitaram o parque estadual Fernão Dias. O local, que é uma Área de Preservação Ambiental (APA), passará por revitalização. O anúncio sobre as obras foi feito no fim de abril pela secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Marília Melo, que também acompanhou a visita. O local estava desativado há mais de uma década.

Estão previstas reformas de dez quadras, parquinhos, velódromo e a construção de um centro de visitantes. A unidade tem uma área de 98,54 hectares e perímetro de 4.668,91 hectares, estando localizada nos municípios de Betim e Contagem.

O parque está inserido ao bioma de Mata Atlântica e Cerrado e é divisor das bacias dos rios da Velhas e Paraopeba.

Doação de salário

Ainda em Contagem, o governador visitou o Asilo Recanto Feliz São Francisco de Assis, Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI), fundada em 1982 e que atende mulheres em situação de violação de direitos, independentes e/ou com diversos graus de dependência.

Zema fez doação de metade de seu salário para a instituição. A casa tem capacidade para atender 20 pessoas, mas hoje recebe 18 senhoras.

O recanto trabalha visando a uma melhor integração social e um processo de envelhecimento saudável, com alento, profissionalismo, respeito e dignidade.  São oferecidas oficinas de artesanato promovidas por voluntários e equipe técnica: pintura, colagem, confecção de flores, crochê, tricô e bordados; além do atendimento médico, de Enfermagem, de Fisioterapia, de Psicologia e de Assistência Social.

Por: Agência Minas

 

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana