conecte-se conosco


POLÍTICA

Moro pede federalização do caso Marielle para investigação ir à PF

Publicado em

POLÍTICA

source
Ministro Sérgio Moro arrow-options
Agência Brasil

Moro participou de evento na Superintendência da PF em Curitiba

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro , defendeu nesta sexta-feira (1º) a federalização das investigações do caso do assassinato da ex-vereadora carioca Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes . Com a mudança, as investigações ficariam na mão da Polícia Federal .

“Considerando a demora de identificação dos mandantes e essas reiteradas tentativas de obstrução da Justiça, talvez seja o caso realmente de federalização”, disse o ministro.

Leia também: Moro defende Bolsonaro e pede investigação da PGR no caso Marielle

Em defesa às acusações que ele poderia interferir no caso, Moro afirmou que quem diz isso tem “desconhecimento” do trabalho do ministério. Os críticos ao ministro sugerem que ele deveria ser chamado a depor no Congresso para apurar possível interferência no caso. “O Ministério da Justiça não trabalha nessas investigações”, afirmou.

Junto com o procurador Deltan Dallagnol , Moro participou nesta sexta-feira (1º) da inauguração de uma delegacia modelo, dedicada a investigação e análise financeira para combate à corrupção, no prédio da Superintendência da PF (Polícia Federal), em Curitiba. O local é o mesmo onde está preso o ex-presidente Lula .

Leia mais:  Lula adia coletiva após suspeição de Moro ser pautada pelo STF

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA

Daniel Silveira e blogueiro bolsonarista são cotados pelo PTB para o Senado

Publicados

em

Por

source
Daniel Silveira (PSL-RJ) está em prisão domiciliar por divulgar vídeo com ameaças a ministros do STF
Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

Daniel Silveira (PSL-RJ) está em prisão domiciliar por divulgar vídeo com ameaças a ministros do STF

O PTB de Roberto Jefferson articula as candidaturas do blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio e do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) para o Senado nas eleições de 2022, além de cogitar também o nome do ex-senador Magno Malta . As informações são do Congresso em Foco .

Silveira, réu no Supremo Tribunal Federal (STF) por incitar violência física contra ministros da própria corte, está em prisão domiciliar com usa tornozeleira eletrônica tem discurso alinhado ao de Roberto Jefferson.

No final de fevereiro, ele chegou a anunciar a filiação do deputado fluminense ao partido. Até hoje, porém, Silveira continua no PSL e poderia perder o cargo caso mudasse de partido.

Magno Malta, que um dia já foi cotado a vice-presidente de Jair Bolsonaro (sem partido) em seu primeiro mandato, hoje tem pouca participação política e ainda se mantém filiado ao PL (Partido Liberal).

Leia mais:  Advogado Paulo Klein deixa defesa de Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana