conecte-se conosco


POLÍTICA

Ministro Fux pede “união dos três poderes” no ‘preocupante’ cenário da pandemia

Publicado em

POLÍTICA

source
Ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF)
Rosinei Coutinho/SCO/STF

Ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF)

No dia em que se completa um ano de declarada a pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) , Luiz Fux , pediu a união de poderes, agentes públicos e ideologias no combate à doença.

O discurso foi proferido no plenário da Corte, no início da sessão desta quinta-feira (11). Ele acrescentou que o Brasil vive atualmente o momento mais crítico da pandemia , com 270 mil mortes até agora e um recorde de 2.349 vítimas em 24 horas.

“Hoje, ao tempo em que muitos países já visualizam a porta de saída da pandemia, o Brasil ainda vive o seu quadro mais crítico desde março de 2020. Diante desse contexto, um misto de incredulidade e desesperança atinge muitos de nós, que nos perguntamos: “até quando?” Brasileiras e brasileiros, relembro que o nosso tempo é hoje. O nosso país precisa, mais do que nunca, de diálogo e de união entre os três poderes, entre os agentes políticos de todos os níveis federativos e de todas as ideologias, entre os setores público e privado, e, enfim, entre todos os cidadãos. Precisamos trabalhar em prol de medidas eficazes para que a ciência e os bons propósitos possam finalmente vencer o vírus. Não temos tempo a perder”, disse Fux.

Leia mais:  STF tem sessão para definir parcialidade de Sergio Moro; acompanhe ao vivo

O ministro considerou o cenário “preocupante” e lembrou que as vítimas representam “vidas interrompidas, sonhos frustrados e lares desestruturados”. Fux informou que o STF julgou, nos últimos 12 meses, mais de 7 mil processos relacionados à pandemia.

Entre as decisões tomadas, ele citou a que reforçou a competência da União , dos estados e municípios para a concretização de políticas públicas de combate à pandemia e, ainda, casos sobre a obrigatoriedade da vacina e a aquisição de seus insumos.

“Continuaremos firmes em nossas trincheiras, sem economizar esforços para que a sociedade brasileira possa contar com o Poder Judiciário de seu país, e para que o Brasil supere com brevidade e altivez essa página de nossa história. Cuidem-se, e cuidemos uns dos outros. A responsabilidade com o próximo e com o país traduz a genuína cidadania preconizada por nossa Constituição”, concluiu.

Leia mais:  "Ele esqueceu a ética e a moral", diz Mourão sobre Witzel após conversa gravada

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA

Daniel Silveira e blogueiro bolsonarista são cotados pelo PTB para o Senado

Publicados

em

Por

source
Daniel Silveira (PSL-RJ) está em prisão domiciliar por divulgar vídeo com ameaças a ministros do STF
Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

Daniel Silveira (PSL-RJ) está em prisão domiciliar por divulgar vídeo com ameaças a ministros do STF

O PTB de Roberto Jefferson articula as candidaturas do blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio e do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) para o Senado nas eleições de 2022, além de cogitar também o nome do ex-senador Magno Malta . As informações são do Congresso em Foco .

Silveira, réu no Supremo Tribunal Federal (STF) por incitar violência física contra ministros da própria corte, está em prisão domiciliar com usa tornozeleira eletrônica tem discurso alinhado ao de Roberto Jefferson.

No final de fevereiro, ele chegou a anunciar a filiação do deputado fluminense ao partido. Até hoje, porém, Silveira continua no PSL e poderia perder o cargo caso mudasse de partido.

Magno Malta, que um dia já foi cotado a vice-presidente de Jair Bolsonaro (sem partido) em seu primeiro mandato, hoje tem pouca participação política e ainda se mantém filiado ao PL (Partido Liberal).

Leia mais:  Bolsonaro publica vídeo editado para desmentir o Jornal Nacional; assista

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana