conecte-se conosco


POLÍTICA

Kássio Nunes é sorteado relator de pedido para agilizar impeachment de Moraes

Publicado em

POLÍTICA

source
Ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF)
Fellipe Sampaio/SCO/STF

Ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF)

O ministro Kássio Nunes , do STF (Supremo Tribunal Federal), foi sorteado  como o relator de um mandado de segurança protocolado nesta segunda-feira (12) que quer agilizar o pedido de impeachment de Alexandre de Moraes . O mandado é de autoria do senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), que também foi o responsável por pedir o afastamento do ministro.

Neste final de semana, Kajuru divulgou conversa com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que foi gravada pelo parlamentar, na qual eles discutem a instalação da CPI da pandemia no Senado após determinação de Luís Roberto Barroso.

Na ligação, Bolsonaro também faz cobranças para pedidos de impeachment contra ministros do STF. O senador lembra, então, que já havia apresentado um pedido de afastamento contra Moraes.

“Vamos lá, Kajuru, coisa importante aqui: a gente tem que fazer do limão uma limonada. Por enquanto, o que está aí é um limão, e tá para sair uma limonada. Acho que você já fez alguma coisa. Tem que peticionar o Supremo e colocar em pauta o impeachment [dos ministros] também”, afirmou Bolsonaro.

Leia mais:  Hasselmann vai ser denunciada à PGR por possível criação de CPFs

Ao ouvir o comentário, Kajuru respondeu que “o [pedido de impeachment] do Alexandre de Moraes meu já está lá engavetado pelo [Rodrigo] Pacheco [(DEM-MG), presidente do Senado], só falta ele liberar, correto?”.

O pedido de impeachment de Moraes foi enviado por Kajuru a Rodrigo Pacheco em 23 de fevereiro. No documento, o senador acusa o ministro de ter cometido crime de responsabilidade. Ele ainda faz críticas ao chamado inquérito das fake news, que apura ataques e divulgação de notícias falsas sobre membros do STF.

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA

Daniel Silveira e blogueiro bolsonarista são cotados pelo PTB para o Senado

Publicados

em

Por

source
Daniel Silveira (PSL-RJ) está em prisão domiciliar por divulgar vídeo com ameaças a ministros do STF
Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

Daniel Silveira (PSL-RJ) está em prisão domiciliar por divulgar vídeo com ameaças a ministros do STF

O PTB de Roberto Jefferson articula as candidaturas do blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio e do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) para o Senado nas eleições de 2022, além de cogitar também o nome do ex-senador Magno Malta . As informações são do Congresso em Foco .

Silveira, réu no Supremo Tribunal Federal (STF) por incitar violência física contra ministros da própria corte, está em prisão domiciliar com usa tornozeleira eletrônica tem discurso alinhado ao de Roberto Jefferson.

No final de fevereiro, ele chegou a anunciar a filiação do deputado fluminense ao partido. Até hoje, porém, Silveira continua no PSL e poderia perder o cargo caso mudasse de partido.

Magno Malta, que um dia já foi cotado a vice-presidente de Jair Bolsonaro (sem partido) em seu primeiro mandato, hoje tem pouca participação política e ainda se mantém filiado ao PL (Partido Liberal).

Leia mais:  "Vou tomar por último, tem muita gente apavorada", diz Bolsonaro sobre vacina

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana