conecte-se conosco

Tecnologia

Xiaomi Mi 10 vaza na web: veja imagens do celular chinês

Publicado

Detalhes do design e especificações do Mi 10, próximo lançamento da Xiaomi, já circulam na internet. Supostas imagens do celular sucessor do Mi 9 surgidas nos últimos dias na rede social chinesa Weibo revelam quatro lentes alinhadas verticalmente na traseira, tela praticamente sem bordas e furo para câmera frontal menor que no Galaxy S10 – que também está prestes a ser renovado pela Samsung.

O smartphone premium deverá contar com versão Pro, com ficha técnica mais avançada. O processador Snapdragon 865, chip da Qualcomm lançado em dezembro, também é esperado nos telefones.

Os telefones já teriam sido analisados pelo software de comparação de desempenho Antutu Benchmark. Em imagens publicadas na web, o Mi 10 apareceu com 560.217 pontos, cerca de 10% a mais que o registrado pelo Asus ROG Phone 2, o celular Android mais poderoso de 2019. Prints do suposto teste mencionam especificações que incluem o núcleo gráfico Adreno 650, o código de modelo SM8250 e a antena 5G que compõem a ficha técnica do Snapdragon 865.

Leia mais:  Samsung apresenta Ballie, robô assistente para casas conectadas

Comenta-se ainda que os dois modelos trarão memória RAM de 12 GB e armazenamento de 128 GB, 256 GB ou 512 GB. Ambos também poderão vir com Android 10 de fábrica.

Suposta foto do Mi 10 revela conjunto de quatro lentes na traseira — Foto: Reprodução/Weibo

Suposta foto do Mi 10 revela conjunto de quatro lentes na traseira — Foto: Reprodução/Weibo

As diferenças entre o Mi 10 regular e o Mi 10 Pro podem estar principalmente no conjunto de câmeras e na tecnologia de tela. O mais simples poderá contar com display de 90 Hz de taxa de atualização, além de câmeras de 64 MP (primária), 20 MP (ultrawide), 12 MP (teleobjetiva) e 5 MP (sensor profundidade). A versão turbinada traria tela de 120 Hz e lente principal de 108 MP.

Outra diferença pode estar na bateria, dessa vez com vantagem para a versão regular: o Mi 10 teria componente de 4.500 mAh e recarga rápida de 66W, contra 4.800 mAh e 30W para o modelo Pro.

Os novos celulares da Xiaomi poderão ser apresentados em fevereiro, durante a feira de mobilidade MWC, em Barcelona. Ainda não há previsão de eventual lançamento dos smartphones no Brasil, onde a fabricante atua em parceria com a DL. Atualmente, a loja oficial da marca comercializa o Mi 9 por R$ 4.299,99.

Leia mais:  Cidades-esponja: conheça iniciativas pelo mundo para combater enchentes em centros urbanos

Por G1

Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

Twitter apaga publicações de Silas Malafaia que infringiam regras sobre coronavírus

Publicado

O Twitter apagou sete publicações da conta do pastor Silas Malafaia na noite desta quinta (2). No lugar das publicações, feitas durante a tarde, aparece a mensagem: “Este tweet não está mais disponível”.

Ao G1, a rede social disse que as publicações “infringiam regras sobre coronavírus”.

Em nota, o Twitter disse que “anunciou recentemente em todo o mundo a expansão de suas regras para abranger conteúdos que forem eventualmente contra informações de saúde pública orientadas por fontes oficiais e possam colocar as pessoas em maior risco de transmitir COVID-19.”

O Twitter não divulgou o conteúdo das publicações apagadas. Na conta de Malafaia, há outras nove publicações sobre cononavírus feitas poucas horas após as que foram removidas.

Postagens de Bolsonaro apagadas

Na segunda (30), Facebook e Instagram também removeram um dos vídeos de suas plataformas. De acordo com um porta-voz do Facebook, a plataforma remove “conteúdo no Facebook e Instagram que viole nossos Padrões da Comunidade, que não permitem desinformação que possa causar danos reais às pessoas”.

Leia mais:  Samsung apresenta Ballie, robô assistente para casas conectadas

No vídeo que foi apagado nas três redes sociais, Bolsonaro conversa com um ambulante e defende que as pessoas continuem trabalhando. No segundo vídeo, removido apenas do Twitter, ele entra em um supermercado, volta a provocar aglomerações e critica as medidas de isolamento.

Por: G1

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana