conecte-se conosco


POLÍTICA

Wilson Witzel envia vídeo a deputados e pede para permanecer no cargo

Publicado

source
O governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.
Carlos Magno / GERJ

O governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

Às vésperas da votação do relatório que dá prosseguimento ao pedido de impeachment , o governador afastado Wilson Witzel enviou um vídeo a deputados pedindo para permanecer no cargo.

Witzel enviou o vídeo a deputados e procurou preferencialmente os 25 membros que compõem a Comissão Especial da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) que votará o relatório de impeachment, segundo informações da CNN Brasil .

O vídeo, que possui quase dois minutos, conta com uma trilha sonora “dramática” e traz declarações de Witzel. Ele nega ter cometido atos de corrupção e faz um apelo: “eu peço ao povo do Rio de Janeiro e ao Parlamento que não deixem acontecer [o impeachment]”.

Ele também alega que foi afastado do cargo sem direito de defesa e afirma que combateu a corrupção. “Várias dessas organizações criminosas que vinham atuando estão perdendo espaço. Por isso que me querem fora do governo “.

Leia mais:  Após PL do coronavírus, projeto sobre epidemias deve ser enviado ao Congresso

“O governador Wilson Witzel precisa terminar o seu mandato”, afirma Witzel.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

“Tchau Salles”: Movimento pede a saída do ministro do Meio Ambiente

Publicado

por

source
Ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles
Carolina Antunes/PR

Ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles

Um movimento que pede a saída do ministro Ricardo Salles do comando da pasta do Meio Ambiente ganhou força nos últimos dias e foi alavancado ainda mais depois que Salles tentou  flexibilizar resoluções que protegiam manguezais e restingas.

Desde segunda-feira (28), quando o ministro tentou revogar as normas, a adesão a um movimento chamado Tchau Salles quase dobrou. O número de assinaturas saltou de 120 mil para 210 mil, segundo o diretor da Climainfo, Delcio Rodrigues. A informação é da coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo .

A Climainfo é uma das 22 entidades responsáveis pela campanha criada em julho, após o Ministério Público Federal pedir afastamento do ministro por improbidade.

Leia mais:  Pré-candidato à São Paulo, Russomanno pretende "aumentar autoestima" da PM

A revogação das resoluções elimina instrumentos de proteção com o argumento de que elas foram abarcadas por leis que vieram depois, como o Código Florestal.

Após a repercussão negativa, a  Justiça Federal do Rio de Janeiro suspendeu a extinção de duas resoluções do Conselho Nacional do Meio Ambiente, que é presidido Salles.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana