conecte-se conosco


Entretenimento

Vittor Fernardo fala do preconceito por vídeos na web: “Arte tem muitos nichos”

Publicado

source
Vittor Fernando
Divulgação

Vittor Fernando

Uma das áreas mais afetadas pela pandemia da Covid-19 foi, sem dúvida, o setor de cultura e entretenimento. O ator e bailarino Vittor Fernando viu seus trabalhos se reduzirem a zero quando o vírus se instalou no Brasil e os teatros fecharam suas portas para evitar a proliferação da doença. Sem perspectivas, o artista encontrou na internet uma forma de “não surtar” e baixou o aplicativo TikTok para se divertir e passar o tempo.

“Eu comecei despretensiosamente a fazer vídeos, mais para me distrair. Estava triste por causa da pandemia e preocupado com o mercado artístico parado e comecei a fazer vídeos, a princípio, somente para meus seguidores assistirem quando começou a viralizar e tomou uma proporção que eu não esperava”, conta em entrevista ao iG Gente

Fama e apoio da família 

Os vídeos se popularizaram nas redes sociais, não apenas no TikTok, até que outros criadores de conteúdo começaram a mandar mensagens e segui-lo. Vittor lembra que os trabalhos voltaram a aparecer na época em que seu primeiro post viralizou em que ele falava sobre a Revolução Francesa logo no início da quarentena.

Nessa época, ele já estava morando novamente com sua família em Poá, a 34 km de São Paulo, e recebeu todo o apoio de sua família para seguir adiante com o novo ofício. Ele comenta que seus familiares sempre foram a base para sua carreira na internet e nos palcos. 

Leia mais:  Após "A Fazenda", Andréa Nóbrega quer tentar novela na Record

“Como eu comecei a fazer lá em casa, eles ficavam ‘o que você está fazendo dentro desse quarto berrando?’. Depois eles foram entendendo. Sempre me apoiaram em tudo, até na arte, mesmo sendo um caminho totalmente diferente da nossa realidade”, explica. “Morei muito tempo na periferia, então lá não tem essa ideia de trabalhar com a arte. Como minha família já estava acostumada com minhas ideias ‘doidas’, eles me apoiaram depois que começaram a entender que isso é uma profissão”, acrescenta. 

Como ganhou fãs rapidamente, ele agora está com 5 milhões de seguidores no Tiktok e mais de 2 milhões no Instagram. Vittor ainda está aprendendo a lidar com tudo isso e declara que, por estar na quarentena, não tem tanta noção da proporção do seu sucesso ainda. 

“Voltei para São Paulo para morar sozinho e tive mais noção quando já estava aqui. Ao sair de casa para resolver minhas pendências e eu via as pessoas me parando para tirar foto e eu ficava ‘eita, que isso? aconteceu’”, se orgulha. 

Você viu?

Vittor Fernando
Divulgação

Vittor Fernando

Vídeos leves e alguns poucos haters 

O criador de conteúdo roteiriza e produz suas obras. Os vídeos falam sobre situações divertidas e inusitadas da vida de qualquer pessoa, sempre com o rosto e a voz distorcidos para trazer mais comédia às sátiras. Agora, enquanto o país está acompanhando o Big Brother Brasil 21 pela televisão, o tiktoker também tem produzido sobre o reality show. 

“Também gosto de comentar no Twitter tudo o que acontece no BBB. O mais engraçado é que o pessoal quer saber o que eu tenho para falar, então tenho focado mais, acho que todo mundo está de olho eu faço vários vídeos”, salienta. 

Leia mais:  Whindersson Nunes diz que pensa em levar fã para viajar e internet se anima

Toda pessoa que trabalha na internet sempre está atenta não somente aos seguidores, mas também aos temidos haters. “Antigamente era muito raro ter haters, mesmo tendo uma visibilidade legal. Acho que conforme vão aumentando os números, eles seguem crescendo. Tipo assim: eu sempre tento fazer um conteúdo leve, mas tem gente que não gosta”. 

Vittor se recorda que na época em que começou a produzir seus vídeos, algumas pessoas na área das artes tiveram um certo preconceito por vê-lo fazendo personagens na internet, porém ele acredita que as redes sociais são muito democráticas e dão espaços para todos que querem tentar. 

“Acho que está chegando em um lugar de grande respeito, mas no início teve gente perguntando o que eu estava fazendo. A arte em si tem vários nichos, mas faz parte. Hoje em dia, eu não sinto mais esse preconceito porque a internet está ganhando força e várias pessoas surgiram nesse nicho”, finaliza. 

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Duda Reis detona marca após ser cancelada: “Não resumo minha luta a um produto”

Publicado

por

source
Duda Reis
Reprodução Instagram

Duda Reis

Duda Reis  foi alvo de “linchamento virtual”, no domingo (07), após um vídeo promocional seu ser divulgado nas redes sociais. Nas cenas, a atriz diz: “Ser mulher é muito difícil, por isso que estou aqui, porque vim mostrar para vocês os meus primers favoritos”.

Fãs de Duda logo entenderam que ela resumiu a causa feminista para vender produtos de beleza. Em resposta à repercussão, Reis detonou a marca e afirmou que o vídeo foi editado.

“Venho conversar com vocês pré-Dia das Mulheres. Essa conversa não fazia parte de toda a programação que eu criei pro dia junto com uma equipe porque em nenhum momento eu imaginei que isso iria acontecer. Algo de mau gosto e muito errado”, iniciou.

“Eu fiz uma ação de publicidade com uma marca que eu gosto muito, sempre gostei dos produtos. E essa marca fez uma edição muito ruim. Fiquei muito chateada porque fiquei horas falando, horas gravando e dando meu depoimento como mulher. Essa marca edita meu vídeo, toda a luta como mulher e resume que qualquer solução para você ser mulher, para as problemáticas que todas as mulheres enfrentam… eu jamais resumiria uma luta tão real e tão dolorosa a um primer. Ainda mais depois de tudo o que eu vivi. Confesso que fiquei muito chateada porque isso banaliza a luta da mulher”, continuou.

Leia mais:  Empresário de Hebe Camargo, Claudio Pessutti morre de Covid-19

“Esse vídeo nunca foi enviado para a minha equipe. Ele não passou por aprovação porque ele não foi enviado. E nitidamente o vídeo tem cortes. Eu não resumo a luta da mulher num primer. Espero muito um pronunciamento da marca, porque quem tem que se pronunciar sobre isso é a marca, não sou eu. Eu não falei isso. Meu vídeo foi distorcido um dia antes do Dia da Mulher. Impressionante”, disse ela, em tom de decepção.

Você viu?

“Todo mundo sabe que eu vivi situações de violência doméstica. E estou sendo massacrada no Twitter por um vídeo que foi nitidamente editado, que nitidamente eu não falaria isso. Ninguém parou para pensar como eu estou no meu processo de recuperação, de me interar comigo, de me conectar comigo como mulher”, acrescentou.

“Vocês não pararam para pensar que eu estou há semanas montando um conteúdo com diversas mulheres necessãrias nesse Instagram para a gente trazer um pouco de conhecimento para toda a sociedade. Porque a gente só combate o machismo assim, com conhecimento. E estou tendo que lidar com diversas questões minhas, dos meus processos pessoais”, comentou ela, provavelmente referindo-se ao problemas judiciais com Nego do Borel.

“Há algumas pautas importantes. Primeiro é sobre o cancelamento. Como vocês estão pegando um vídeo que nitidamente está cortado, editado, e tomando isso como uma verdade absoluta sem me ouvir. Isso é muito bizarro. Cadê a sororidade das mulheres? Um dia antes do Dia da Mulher, estou tendo que vir aqui mais uma vez ter que me provar para as pessoas. É surreal! Estou muito indignada… clássico isso”, lamentou. 

Duda Reis  ganhou destaque na mídia após terminar seu noivado com Nego do Borel. À época, dezembro de 2020, ela afirmou ter passado por uma série de abusos, desde psicológicos a estupro. Um boletim de ocorrência foi registrado, mais detalhes sobre o caso ainda não foram divulgados. 

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana