conecte-se conosco

EDUCAÇÃO

UFU apresenta relatório com ações de transição para retorno das atividades acadêmicas

Publicado

Com aulas e eventos suspensos desde março devido à Covid-19, a Universidade Federal de Uberlândia (UFU) divulgou esta semana o Relatório de Ações de Transição Covid-19.

O documento apresenta a atuação da universidade durante a pandemia e os resultados de uma pesquisa de monitoramento feita com a comunidade universitária.

De acordo com a UFU, o estudo foi realizado entre os meses de maio e junho e ouviu 13.714 estudantes, docentes e técnicos-administrativos.

“O resultado da pesquisa nos ajuda a compreender os momentos de transição. Um instrumento importante para a nossa decisão”, afirmou o pró-reitor de Graduação, Armindo Quillici Neto.

A pesquisa levantou dados relacionados a faixa econômica e etária dos entrevistados, integração em grupo familiar em risco e acesso remoto e equipamentos.

As informações serão utilizadas como base para as ações dos conselhos da universidade.

Ainda segundo a instituição, o relatório também apresenta uma proposta do Comitê de Monitoramento à Covid-19, que divide as ações para retomada das atividades acadêmicas em três fases (veja abaixo). A proposta foi discutida em reunião do Conselho de Graduação da universidade, na sexta-feira (26). O relatório completo pode ser encontrado no portal de notícias da UFU.

Leia mais:  UFTM divulga balanço de ações de enfrentamento à Covid-19 em Uberaba e Iturama

Etapas de transição para retomada das atividades acadêmicas

  • Fase 1 – Ações Remotas Emergenciais: de curto prazo, cujo objetivo é definir as diretrizes de atuação de forma remota;
  • Fase 2 – Ações híbridas (entre o remoto e o presencial): de médio prazo, em que serão definidas atividades acadêmicas e administrativas que serão remotas ou presenciais;
  • Fase 3 – Ações presenciais: etapa de consolidação com o retorno das atividades presenciais e respeitando as orientações das autoridades sanitárias.

 

Por: G1

Comentários Facebook
publicidade

EDUCAÇÃO

Fernandópolis receberá vestibular da Unicamp em janeiro de 2021

Publicado

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) divulgou, no final da tarde desta sexta-feira (10), as novas datas de realização das provas do Vestibular Unicamp 2021, que sofreram alteração em função da pandemia de covid-19. A primeira fase será aplicada nos dias 6 e 7 de janeiro de 2021.

O dia de realização da primeira fase, para cada candidato, depende do curso escolhido: candidatos aos cursos do segmento de Ciências Humanas/Artes e de Exatas/Tecnológicas farão a prova no dia 6 de janeiro, uma quarta-feira.

Já os candidatos da área de Ciências Biológicas/Saúde farão a prova no dia seguinte, ou seja, 7 de janeiro, uma quinta-feira. A aplicação em dois dias visa reduzir o número de estudantes circulando e evitar aglomeração nas escolas.

A segunda fase do Vestibular não sofrerá alteração do formato e continuará sendo aplicada em dois dias: 7 e 8 de fevereiro de 2021. As inscrições para o Vestibular Unicamp 2021 serão realizadas entre 30 de julho e 8 de setembro, pela página da Comvest na internet.

A primeira chamada do Vestibular 2021 deve ser divulgada no dia 10 de março e o edital com o calendário completo será publicado em breve.

Leia mais:  Escola Municipal Agrícola Alípio Soares Barbosa realiza solenidade de colação de grau 15º Turma do curso Técnico em Agricultura

O número de locais de provas será ampliado, além da inclusão de duas novas cidades no estado de São Paulo: Barueri e Fernandópolis. As medidas buscam ampliar a cobertura do Vestibular Unicamp e evitar longos deslocamentos. As questões da prova da primeira fase serão reduzidas de 90 para 72 e o tempo máximo para sua realização diminuirá de cinco para quatro horas.

COMO FICA

Para cada dia de aplicação haverá uma prova única para todos os candidatos das áreas daquela data (Ciências Exatas/Tecnológicas e Ciências Humanas/Artes, na quarta-feira e Ciências Biológicas/Saúde, na quinta-feira).

A primeira fase será constituída de uma única prova de Conhecimentos Gerais composta por 72 questões objetivas sobre as áreas do conhecimento desenvolvidas no ensino médio.

As questões serão as seguintes: 12 questões de Língua Portuguesa e Literatura; 12 questões de Matemática; e oito questões de cada disciplina: Biologia, Física, Geografia/Sociologia, História/Filosofia, Inglês e Química.

ENEM

A Comvest informa que as definições em relação ao edital Enem-Unicamp e às demais modalidades de ingresso deverão ser anunciadas dentro dos próximos dias, em sua página eletrônica e nas redes sociais do Vestibular Unicamp.

Leia mais:  MEC aprova aulas aos sábados e nas férias depois da pandemia

 

Por: A Cidade ON

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana