conecte-se conosco


Policial

Uberaba: Ao verificar denúncia de violência doméstica, PM encontra drogas e R$ 32 mil escondidos

Publicado em

Policial

Homem de 31 anos foi preso pela Polícia Militar na tarde desta quinta-feira (11), após guarnição encontrar drogas e dinheiro supostamente ilícito de sua propriedade. A PM, no entanto, foi acionada pela namorada do autor para verificar denúncia de violência doméstica e, no desdobramento dos fatos, foram encontrados os ilícitos na casa dele e de sua irmã, de 30 anos. A ocorrência foi registrada nas ruas Manoelina Cabo Gomide, no bairro Morumbi, e na Rua Espírito Santo, no bairro Santos Dumont. Foram apreendidos R$ 32.838 em notas variadas, comprovantes de depósito, uma máquina de contar dinheiro, duas facas de fabricação artesanal, um cartão Playcard e 17kg de pasta base de cocaína.

Segundo o registro da ocorrência, guarnição da Polícia Militar compareceu a residência do bairro Morumbi para atender denúncia de violência doméstica. Uma mulher de 26 anos acionou a PM e disse que possui relacionamento afetivo com um homem, de 31 anos; os dois moram juntos no local. Ainda de acordo com a vítima, o amásio constantemente a humilha, proferindo palavras de baixo calão e que, ontem, ele ameaçou matá-la, bem como a filha dela, de quatro anos, e seus três irmãos. Ainda de acordo com a vítima, as ameaças são constantes.

Os militares conversaram também com o autor, que negou os fatos e negou também que tenha arma de fogo, ao ser questionado. Ato contínuo, os policiais solicitaram a entrada na residência do casal à vítima, que autorizou, para buscas de possível arma de fogo. Ao entrarem no imóvel, os militares perceberam a existência de dois veículos, um Logan de cor preta com placas de São Paulo e um Sandero de cor prata. Nenhuma arma de fogo foi encontrada, mas chamou a atenção dos policiais a presença de duas facas com resquícios de substância semelhante a cocaína e papel filme.

Leia mais:  Professora é detida após chamar vizinho de preto e 'macaco' em MG

O boletim de ocorrência ainda narra que, durante a verificação, os militares visualizaram no assoalho traseiro do veículo Logan resquício de substância análoga a cocaína/pasta base. Diante da evidência de substância entorpecente, foi solicitado o apoio da Ronda Ostensiva Com Cães, a Rocca, e, com o apoio do cão Bolt, foi identificada a presença de drogas nas costas do banco traseiro do veículo. Contudo, o banco estava completamente fixado, não sendo possível removê-lo. Ainda de acordo com o registro policial, tudo indicava a existência de algum mecanismo eletrônico para abrir o banco e, junto com a chave do veículo, estava também um cartão Playcard, mas os militares não conseguiram acessá-lo.

Após várias tentativas, a PM conseguiu abrir o banco, onde foi verificada estrutura em aço para acondicionamento de entorpecentes e, dentro dessa estrutura, estavam acondicionados 17 tabletes de cocaína/pasta base, sendo cada uma de um quilo aproximadamente. Junto com os entorpecentes, foi localizada uma máquina de contar dinheiro.

Diante dos fatos foi realizada busca pessoal no autor e com ele estavam dois documentos de veículos, sendo um de uma motocicleta Honda Hornet, que ele afirmou serem de sua propriedade, mas que estava na residência de sua irmã, no bairro Santos Dumont. Na sala os militares ainda encontraram comprovantes de depósito em diferentes bancos com vários valores e favorecidos diferentes. A guarnição da PM foi até a residência da irmã do autor, ela informou que o irmão dorme em sua casa às vezes e que a motocicleta é dele.
A mulher autorizou a entrada dos policiais em sua residência e, em um dos quartos, a polícia encontrou grande quantidade de dinheiro em notas diversas, que ela disse ser de seu irmão. No total, foram apreendidos R$ 32.838. Ao ser questionado sobre a origem do dinheiro, o homem se reservou no direito de ficar calado. Os militares também informaram no registro da ocorrência que foi verificado que o autor não trabalha e que possui todos os veículos.

Leia mais:  CPP tem 41 presos foragidos após não retornarem da saidinha

Diante dos fatos foi dada voz de prisão em flagrante ao homem pela prática de crime de tráfico de drogas e ameaça.

Por: Jornal da Manhã

Comentários Facebook
Propaganda

ITURAMA E REGIÃO

Polícia Civil realiza a “Operação Campo Minado” e cumpre 8 mandados de busca e apreensão na zona rural

Publicados

em

Os investigadores também encontraram droga e dinheiro.

A Polícia Civil de Patos de Minas desencadeou na manhã desta terça-feira (13), a Operação Campo Minado de combate ao tráfico de drogas no distrito de Santana de Patos. Oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos, sendo que duas pessoas foram presas e um adolescente de 14 anos foi apreendido. Os investigadores também encontraram droga e dinheiro.

Segundo o delegado Érico Rodovalho, um núcleo familiar de Santana de Patos de Minas se organizou para promover o tráfico de drogas. As investigações apontaram que comércio de entorpecentes não ficavam apenas nos limites do distrito e vinha sendo feita de forma constante e em grande quantidade. Os integrantes da família tinham funções definidas na realização do crime.

O delegado explicou que as investigações tiveram início no mês de fevereiro e identificaram dois irmãos que eram responsáveis por buscar e comercializar a droga e uma casa onde o material era escondido. Erico Rodovalho explicou que tambores eram enterrados no chão para esconder a droga.

Leia mais:  Iturama: Policiais Penais apreendem drogas e celulares

Além dos dois irmãos, as esposas deles também estão sendo investigadas. Uma tia e o sobrinho de 14 anos que moram na casa usada como esconderijo da droga foram levados para a Delegacia. Lá os investigadores encontraram cerca de 200 gramas de crack e mais de R$ 8 mil em dinheiro.

Um dos irmãos responsável pelo comércio de entorpecentes também foi preso nesta manhã. Eles serão indiciados pelo crime de tráfico de drogas. O delegado informou que o nome escolhido para a operação advém justamente pelo fato de os investigados esconderem a droga enterrada em pontos diferentes da suas propriedades.

Por: Patos Hoje

 

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana