conecte-se conosco

ITURAMA E REGIÃO

Trabalhadores furtam cabos de energia do HC-UFTM em Uberaba durante cirurgia

Publicado

Dois trabalhadores que prestavam serviço no Hospital da Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Minero (HC-UFTM), fazendo reparos de um ar condicionado, foram presos após furtarem cabos, além de peças da placa de energia solar.

A unidade de saúde informou ao G1 que o crime foi durante uma cirurgia, mas o procedimento não foi afetado, pois o circuito interrompido fornecia iluminação apenas para a parte administrativa do bloco cirúrgico, copa e corredor.

A Polícia Militar (PM) foi chamada pelo encarregado do hospital, nesta segunda-feira (27), após o funcionário constatar que fios de energia da ala de cirurgia haviam sido furtados.

O flagrante foi feito depois que, durante um procedimento, a energia do bloco acabou. Ao conferir o que havia acontecido, foi constatado que os fios de energia foram furtados. Um reparo emergencial foi realizado para que a cirurgia pudesse continuar.

A polícia disse que, após isso, o funcionário foi até a sala de câmeras para checar quem havia furtado os fios e viu pelas imagens que os dois autores entraram em um cômodo carregando algo preto nas mãos.

Leia mais:  Sol entre nuvens deve prevalecer e temperaturas aumentam nesta semana no Triângulo e Alto Paranaíba

A guarnição da PM foi acionada e procurou os prestadores de serviço. Com eles, foram encontrados um amontoado de fios cortados, totalizando 80 metros.

Segundo o hospital, duas placas de energia solar que fazem parte do complexo também foram danificadas, pois na última semana fios de cobre das placas foram furtados.

Ao indagar o jovem de 29 anos e o homem, de 32, ambos não souberam informar de onde os fios foram adquiridos. Ao fazer buscas no local de trabalho deles, a PM achou todo o material, além de uma lixadeira usada para realizar o furto.

A dupla confessou que a intenção de furtar os materiais era para conseguir “um dinheiro extra”. Eles foram presos em flagrante.

Prestação de serviço

A assessoria do HC-UFTM contou que os dois envolvidos no caso fazem parte do quadro de uma empresa terceirizada que está no Hospital de Clínicas desde o início de julho, com o fim exclusivo de instalar climatizadores no bloco cirúrgico. A previsão é de que o trabalho seja concluído até o dia 6 de agosto.

Leia mais:  UFU e UFTM receberão quase R$ 5 milhões do MEC para investimento e projetos de infraestrutura

Disse também que a empresa terceirizada que contratou os envolvidos está arcando com todos os custos decorrentes do fato.

Por: G1

Comentários Facebook
publicidade

ITURAMA E REGIÃO

Morador de Fernandópolis é preso pela PF com 1t de droga

Publicado

Policiais federais apreenderam, na noite desta terça-feira (04), mais de uma tonelada de maconha dissimulada na carroceria de um caminhão baú durante barreira policial realizada pelos federais na Rodovia SP 310 em São José do Rio Preto/SP. Um homem, motorista do caminhão, foi preso em flagrante delito por tráfico de drogas.

Após receber informações sobre possível transporte de drogas em um caminhão baú, que transitava na SP 310 sentido capital, no trecho entre Mirassol e São José do Rio Preto/SP, uma barreira policial foi iniciada na referida rodovia com o objetivo de fiscalizar todos os veículos suspeitos que se enquadravam nas características recebidas pela PF.

Por volta das 22h, um caminhão baú, com placas de Santa Bárbara do Oeste/SP, conduzido por I.W.C.S, 21 anos, motorista, residente em Fernandópolis/SP foi abordado e disse aos policiais federais que saiu de Campo Grande/MS com destino a Campinas/SP. Em razão da inexistência de carga no baú e do nervosismo e contradições apresentadas na entrevista policial, o veículo foi conduzido até o pátio da PF para averiguação.

Leia mais:  Escolas municipais de Uberlândia passam por reparos e reformas

Na sede da PF em São José do Rio Preto/SP, os federais suspeitaram do compartimento de cargas (que estava vazio) e, após minuciosa busca e análise da estrutura, os federais localizaram um compartimento falso, que acondicionava e dissimulava mais de uma tonelada de maconha (aproximadamente 1.040kg da droga). O motorista recebeu voz de prisão dos federais por tráfico de drogas, que tem pena máxima de 15 anos de reclusão.

Os procedimentos da prisão em flagrante delito bem como a apreensão da droga e do veículo foram realizados na sede da PF em São José do Rio Preto/SP. O preso foi conduzido ao estabelecimento prisional onde permanecerá custodiado à disposição da Justiça.

 

Por: Região Noroeste

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana