conecte-se conosco

Entretenimento

Thyane Dantas sobre Safadão: “Não existe adultério onde não existiu casamento”

Publicado

source

Thyane Dantas resolveu abrir o coração e falar publicamente sobre todo imbróglio que sua família enfrenta há anos: a traição de Wesley Safadão quando ainda casado com Mileide Mihaile , mãe do primogênito do cantor. Segundo Thyane, Safadão efetivamente nunca cometeu adultério com a ex pra ficar com ela, uma vez que os dois nunca foram oficialmente casados.

Leia também: Modelo surpreende por semelhança com Thyane Dantas

Wesley Safadão e Thyane Dantas arrow-options
Reprodução / Instagram

Wesley Safadão e Thyane Dantas


“Ele não era casado, portanto biblicamente não existiu nem essa questão de adultério, porque não existe adultério onde não existiu casamento. Wesley compartilhou algumas vezes sobre o relacionamento destruído que vivia. Relacionamento esse de muitas traições, não foi apenas uma. Durante o nosso namoro eu sofri tudo isso também”, contou Thyane Dantas sobre também ter sido traída diversas vezes pelo agora marido.

Leia também: Thyane Dantas e Mileide Mihaile curtem show de Sandy e Junior em Fortaleza

Thyane Dantas ainda explicou o que mais atrapalhou e ainda atrapalha seu relacionamento com o artista: “O que aconteceu no meu caso e que gerou coisas difíceis foi a pessoa não ter finalizado direito uma situação anterior para comecar uma nova. E seja por qual tenha sido o motivo, essa postura não traz orgulho pra ele que a fez, muito pelo contrário, trouxe arrependimento e aprendizado para toda a vida”, disse.

Fonte: IG GENTE
Leia mais:  Jornalista é demitido após pisar em carros raros nos EUA; assista

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Bolsonaro pode recriar Ministério da Cultura para ter Regina Duarte

Publicado

por

source
homem e mulher sorrindo para foto arrow-options
Reprodução/Instagram

Jair Bolsonaro e Regina Duarte

O Ministério da Cultura, pasta transformada em secretaria quando Jair Bolsonaro assumiu a presidência do Brasil em 2019, pode ser recriado para abrigar o nome da atriz Regina Duarte , convidada pelo presidente para substituir Roberto Alvim, demitido após anunciar premiação do governo com vídeo repleto de referências nazistas.

Segundo o Estadão , a “promoção” da secretaria para ministério se daria pelo poder do nome da atriz. Outra pessoa considerada para o cargo caso Regina não aceite o convite é o ator Carlos Vareza. Uma Medida Provisória pode ser responsável pela recriação do ministério , mas isso precisaria de aval do Congresso para vigorar.

Leia também: Regina Duarte quer conversa “olho no olho” antes aceitar convite de Bolsonaro

Após ser convidada, a atriz afirmou que só poderia dar uma resposta a partir de uma conversa “olho no olho” com Jair Bolsonaro . O encontro não foi confirmado pela assessoria do Planalto nem pela assessoria da artista.

Ainda não há informações sobre se os apadrinhados de Alvim na secretaria conseguirão manter os cargos após a demissão dele.

Leia mais:  Elliott e E.T, do clássico filme de 1982, se reencontram em comercial de TV
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana