conecte-se conosco

CIÊNCIA E SAÚDE

Teste em humanos de vacina contra coronavírus tem resultados positivos preliminares, diz empresa

Publicado

A empresa americana de biotecnologia Moderna anunciou nesta segunda-feira (18) ter obtido resultados “positivos preliminares” na fase inicial de ensaios clínicos de sua vacina contra o novo coronavírus. Os testes foram feitos em um pequeno número de voluntários.

Segundo a empresa, a vacina produziu resposta imune em oito pacientes que a receberam, afirmou a agência de notícias France Presse.

Um balanço da Organização Mundial de Saúde (OMS), com dados até sexta-feira (15), aponta que atualmente há 118 vacinas contra o coronavírus sendo desenvolvidas. Entre elas, 8 estão em fase clínica (entre elas, a da empresa Moderna) e 110 em fase pré-clínica (leia mais abaixo sobre o processo de produção de vacinas). No Brasil, começam nesta semana os testes de vacina em animais feitos pelo Incor.

“A fase provisória 1, embora em estágio inicial, demonstra que a vacinação com o mRNA-1273 produz uma resposta imune da mesma magnitude que a provocada por infecção natural”, disse Tal Zaks, diretor médico da Moderna, em comunicado.

Isso sugere que, embora não seja a prova final, a vacina desencadeia uma resposta imune. Para a empresa, a vacina “tem potencial para prevenir o Covid-19”.

Leia mais:  Farmacêutica anuncia medidas para produção em larga escala de vacina ou tratamento contra a Covid-19

O estudo clínico é realizado pelos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos, onde o governo investiu 500 milhões de dólares para essa potencial vacina.

Durante os testes, os pacientes receberam três doses diferentes da vacina. A fase 3, testando mais pessoas, começará em julho, acrescentou a farmacêutica.

A vacinação contra o coronavírus é uma prioridade global para acabar com a pandemia que deixou mais de 315.270 mortes em todo o mundo e pelo menos 4,7 milhões de casos confirmados.

Na sexta-feira passada, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse esperar ter uma vacina contra o coronavírus até o final do ano.

Estágios de produção de vacinas

Para chegar a uma vacina efetiva, os pesquisadores precisam percorrer diversas etapas. Entre elas está a pesquisa básica – que é o levantamento do tipo de vacina que pode ser feita. Depois, passam para os testes pré-clínicos, que podem ser in vitro ou em animais, para demonstrar a segurança do produto; e depois para os ensaios clínicos, que podem se desdobrar em outras quatro fases:

Leia mais:  Teich deixa o Ministério da Saúde antes de completar um mês no cargo
  • Fase 1: feita em seres humanos, para verificar a segurança da vacina nestes organismos
  • Fase 2: onde se estabelece qual a resposta imunológica do organismo (imunogenicidade)
  • Fase 3: última fase de estudo, para obter o registro sanitário
  • Fase 4: distribuição para a população

 

Por: G1

Comentários Facebook
publicidade

CIÊNCIA E SAÚDE

Covid: Rio Preto registra 45 novos casos e ultrapassa 800

Publicado

Rio Preto registrou nesta quinta-feira (4) a segunda maior taxa de infecção pelo novo coronavírus em 24 horas. Foram registrados 45 casos novos, chegando a 806 contaminados.

O número de novos casos corresponde a 10 casos a cada 100 mil habitantes em um dia. De acordo com a gerente da Vigilância Epidemiológica de Rio Preto, Andreia Negri, no mesmo período também foi registrado o aumento de 6,6% no número de internações e o índice de positividade das amostras colhidas atingiu 27% nesta quarta (3).

Andreia também falou sobre a aceleração do período de transmissão da doença. Foram 277 casos registrados nas últimas duas semanas. “34% [dos casos] destes quase 90 dias de pandemia aconteceram nos últimos 14 dias”. O mesmo período registrou também seis mortes, o equivalente a 26% do total de óbitos pela doença.

O número de infectados em 24 horas só perde para o dia 30 de maio, quando 46 pessoas tiveram teste positivo para Covid-19. São 23 mortes registradas até o momento, que corresponde a 3% dos casos confirmados.

Leia mais:  Tecnologia de Apple e Google que pretende alertar sobre o contágio do novo coronavírus: o que se sabe até agora

O coeficiente de incidência de casos na cidade é de 175 para cada 100 mil habitantes. O lado positivo é que 473 pessoas já estão curadas da doença – 58%. É o maior índice desde o início da pandemia.

Segundo a gerente da vigilância, analisar os novos casos confirmados hoje é importante para entender o cenário que a cidade se encontra. “Essa circulação que tá acontecendo agora, vai refletir em muito mais casos daqui 14 dias. Hoje nós temos o reflexo do que aconteceu sete, 10, 14 dias atrás, então é importante a gente lembrar bastante disso, que a gente precisa ficar em casa”, falou.

 

Por: Região Noroeste

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana