conecte-se conosco


POLÍTICA

Secretário de Paes é exonerado após condenação por falsificar assinatura da mãe

Publicado

source
Paes
Reginaldo Pimenta / Agência O Dia

Eduardo Paes

O prefeito do Rio de Janeiro  Eduardo Paes (DEM) acatou ao pedido de exoneração do secretário municipal de Habitação, Fábio Dalmasso, registrado no quarta-feira (13). A demissão foi publicada no Diário Oficial do Rio de Janeiro nesta quinta-feira (14). Dalmasso foi condenado e cumpriu pena por crime contra a fé pública , ao falsificar a assinatura da própria mãe em um cheque. O vice-prefeito Nilton Caldeira assume a pasta.

A decisão foi tomada após reportagem do RJ2 expor as contravenções de Dalmasso. Os problemas envolvendo Fábio foram identificados pela imprensa antes de serem detectados pela recém-criada secretaria de Integridade Publica, comandada pelo secretario Marcelo Calero. Um dos requesitos para ocupar cargos comissionados é não ter condenação em segunda instância .

Perdeu? Mostramos de Novo

“Tem regra, tem que ser cumprida. Lamento, desconhecia o trânsito em julgado. Mas tá na regra, por isso é importante estabelecer regras de integridade. Importante papel da imprensa apontando que a regra não estava sendo cumprida. […] Que bom que ele pediu para não ser mais secretário”, disse Paes ao comentar o caso.

Foi o sócio de Dalmasso em uma empresa que procurou a polícia. Ele chegou a negar a falsificação confirmada por perícia. Ele foi condenado a dois anos de prisão, pena revertida no pagamento de cestas básicas e serviços comunitários. Em 2016, a sentença foi confirmada em segunda instância.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

Luiza Erundina vai concorrer à presidência da Câmara pelo PSOL

Publicado

por

source
.
Reprodução: iG Minas Gerais

Luiza Erundina

A deputada Luiza Erundina (SP) foi escolhida pelo PSOL, nesta sexta-feira (15), para concorrer à presidência da Câmara . Até chegar à decisão, ao partido estava entre ter uma candidatura própria ou apoiar Baleia Rossi (MDB-SP).

Apesar de ter chances pequenas de Erundina ser eleita, a medida é estratégica, já que é uma maneira do PSOL marcar posição na disputa. 

Os outros c andidatos também com poucas chances à vaga são Fábio Ramalho (MDB-MG), Capitão Augusto (PL-SP), André Janones (Avante-MG), Marcel van Hattem (Novo-RS) e Alexandre Frota (PSDB-SP).

Você viu?

Isso acontece porque a eleição está centrada em Baleia e Arthur Lira (PP-AL). No momento, Lira é o mais forte, por ser líder do Centrão e candidato do governo.

A eleição acontece no início de fevereiro . Quem for eleito ficará dois anos no cargo. Para isso, é necessário ter pelo menos 257 votos, caso todos os 513 deputados votem.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana