conecte-se conosco

POLÍTICA

Sarney critica Bolsonaro: “Sem a vida humana nada se compra nem se vende”

Publicado

source
Sarney critica Bolsonaro arrow-options
Jefferson Rudy / Agência Senado

Ex-presidente José Sarney

O ex-presidente José Sarney criticou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta quinta-feira (26), em um texto publicado em seu site. Sarney acredita que Bolsonaro não esteja fazendo uma boa administração da crise gerada pela pandemia do coronavírus e esteja ignorando verdades científicas.

Leia também: Coronavírus no Brasil: acompanhe a situação no País em tempo real

“Sem a vida humana nada se compra nem se vende”, afirmou Sarney . Bolsonaro tem sido criticado por ter se preocupado mais com o aspecto econômico da crise do que com a questão de saúde público. O presidente chegou a contrariar e ignorar medidas solicitadas pela Organização Mundial de Saúde, como a recomendação pelo isolamento social como uma forma de combater o coronavírus .

“É difícil e impossível compreender que o Presidente da República, tão bem assessorado, ignore essa verdade científica. É hora de harmonizar a nação, evitar conflitos e buscar a paz social. Para essa tarefa é insubstituível o Presidente da República. A discórdia e a dissensão em nada ajudam o País”, afirmou o ex-presidente em crítica a  Bolsonaro .

Leia mais:  Bolsonaro abandona entrevista ao ser perguntado sobre vídeo de leão e hienas

Leia também: De gripezinha a “não é tudo isso”: vezes em que Bolsonaro minimizou coronavírus

Leia a seguir a nota completa do ex-presidente José Sarney:

“No rol das ameaças ao futuro da humanidade estão as doenças desconhecidas. A visão dos cientistas é unanime de que foram elas as responsáveis pelo desaparecimento de muitas espécies.

A COVID-19, causado pelo vírus SARS-CoV-2, é considerada uma das doenças que constitui ameaça dessa ordem. Daí a linha vermelha que acendeu, por ser a primeira grande pandemia na era da comunicação, do tempo real, da velocidade e da globalização. Ela não ameaça apenas nações, mas a espécie humana, assim como o Ebola e a Aids, sempre sob cerco e severa vigilância.

É difícil e impossível compreender que o Presidente da República, tão bem assessorado, ignore essa verdade científica. É hora de harmonizar a nação, evitar conflitos e buscar a paz social. Para essa tarefa é insubstituível o Presidente da República. A discórdia e a dissensão em nada ajudam o País”, afirmou Sarney .

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

“Vírus não escolhe ideologia nem partidos”, diz Doria ao replicar Lula

Publicado

por

source
homem de terno e gravata arrow-options
Agência Brasil

Governador de São Paulo João Dória

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou em mensagem nas redes sociais na manhã desta quinta-feira (2) que o novo coronavírus “não escolhe ideologias nem partidos” ao replicar o posicionamento do ex-presidente Lula (PT) sobre o papel dos governadores e prefeitos durante a crise na saúde.

Lula citou a medida tomada por Doria para adquirir mais máscaras para o estado de São Paulo confiscando o material de uma fábrica com ajuda da Polícia Civil. “A gente tem que reconhecer que quem tá fazendo o trabalho mais sério nessa crise são os governadores e prefeitos”, disse.

Leia também: Doria questiona incoerência de Bolsonaro: “Em qual presidente devemos confiar?”

Doria publicou a mensagem de Lula na sua própria rede social, afirmando que “não é hora de expor discordâncias” e dizendo que “momento é de foco, serenidade e trabalho para ajudar a salvar o Brasil e os brasileiros”.

A mensagem fez com que o governador se tornasse um dos assuntos mais comentados da rede social ao longo da manhã, despertando desagrado de algumas pessoas, incluindo o vereador Carlos Bolsonaro , que afirmou que os dois eram “bandas que formam a bunda”.

Leia mais:  Joice Hasselmann chora ao relatar reação dos filhos a ameaças

Veja, abaixo, publicação do governador de São Paulo, João Doria :


Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana