conecte-se conosco


ITURAMA E REGIÃO

Residência pega fogo em Uberaba após discussão de moradores

Publicado

Uma residência pegou fogo em Uberaba, na madrugada desta terça-feira (2). Segundo o Corpo de Bombeiros, vizinhos relataram que o incêndio teve início após uma discussão entre os moradores da casa. Ainda não se sabe se alguém ateou fogo no imóvel. Ninguém ficou ferido.

Conforme os bombeiros, cincos cômodos foram atingidos pelas chamas, sendo que dois quartos e a sala foram os mais afetados. Segundo os militares, houve danos nos rebocos das paredes, fiação elétrica, madeiramento do telhado e as telhas de amianto. A Defesa Civil foi acionada para avaliar a situação.

O Corpo de Bombeiros Militar recomenda que, em caso de incêndio e não sendo extinto o fogo, o morador deve deve deixar a casa, fechando todas as portas para reduzir a quantidade de ar no ambiente e diminuir o aumento das chamas até a chegada dos militares.

Por: G1

Comentários Facebook
Leia mais:  Iturama: Usina Coruripe celebra missa para marcar início da safra 2020
publicidade

CIÊNCIA E SAÚDE

Covid-19: Prefeitura de Uberlândia confirma presença de duas variantes do coronavírus na cidade

Publicado

Segundo anunciado, variantes brasileira e britânica foram encontradas em 48 amostras colhidas no município. Em fevereiro, o assessor da rede de urgência e emergência, Clauber Lourenço, já havia dito em rede social sobre esta possibilidade, que chegou a ser confirmada por meio de nota e depois descartada pela Administração.

A Prefeitura de Uberlândia confirmou nesta sexta-feira (5) a circulação de duas variantes do coronavírus na cidade. O anúncio foi feito pelo prefeito Odelmo Leão (PP) e pelo secretário de Saúde, Gladstone Rodrigues, durante coletiva de imprensa.

De acordo com o Gladstone, a variante brasileira do vírus, descoberta inicialmente em Manaus, e a variante britânica foram encontradas em 48 amostras colhidas no município. A confirmação foi feita por estudo elaborado pela Universidade de São Paulo (USP) e pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

“Precisamos reiterar que as pessoas devem fazer a sua parte, pois essa onda é muito pior que a primeira registrada em 2020”, afirmou o secretário.

Em fevereiro, a Secretaria de Saúde já havia anunciado que a variante brasileira já circulava na cidade. No mesmo mês, o Município chegou a confirmar a presença da variante, mas voltou atrás.

Leia mais:  Covid-19: vereador pede que Estado reveja situação de Uberaba no 'Minas Consciente'

Também presente na coletiva, mas de forma virtual, o infectologista Marcelo Simão enfatizou a gravidade da situação e a necessidade da população seguir as medidas determinadas pela Prefeitura.

“Essa era a nossa suspeita já a algumas semanas. Era notório que a sobrecarga no sistema de saúde não podia ser só justificada por aglomerações clandestinas e agora conseguimos confirmar a presença das variantes. Se todos seguirmos as orientações, em duas semanas começaremos a sentir o reflexo do isolamento”, disse Simão.

Por: G1 Triângulo e Alto Paranaíba

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana