conecte-se conosco


Entretenimento

Repórter da Globo discute com entrevistado: “Não tem 100 mil mortes inventadas”

Publicado

source
Bianka Carvalho
Reprodução

Bianka Carvalho


Bianka Carvalho, repórter da afiliada da TV Globo em Pernambuco, rebateu um entrevistado ao vivo nesta sexta-feira (14). A matéria era sobre a volta às aulas e Reginaldo Valença, que é presidente da Associação dos Pais e Alunos das Escolas Públicas e Particulares, se posicionou contra o isolamento social e  menosprezou os mais de 100 mil mortos pela Covid-19.

“É muito relativo esse isolamento”, disse Reginaldo. “A discussão é se o isolamento foi uma medida correta, que não tem base científica também, se o problema é científico”, completou. A repórter, então, pediu para fazer uma observação, corrigindo ontrevistado.

“Há, sim, uma indicação científica, a Organização Mundial da Saúde (OMS) no mundo inteiro defendeu o isolamento, inclusive países que não tinham feito esse isolamento depois retrocederam e fizeram por entenderem que não fazer o distanciamento provocou mais contaminação e mais mortes”, explicou Bianka.

Leia mais:  Sabrina Sato fala sobre quarentena com Zoe e Duda Nagle

Reginaldo, no entanto, disse não confiar na OMS e, por fim, duvidou de que tenha mais de 100 mil mortes por Covid-19 registradas no Brasil.

“A gente vai continuar aqui. Abrindo o espaço pra todo mundo falar o que acha. Mas, infelizmente, e aí eu preciso me dirigir ao senhor, Reginaldo, a gente vai sempre defender aquilo que se diz e que, sim, é cientificamente comprovado. E que o mundo inteiro está dizendo. Não tem 100 mil mortes inventadas nem milhões de pessoas doentes no mundo todo! Temos que continuar dizendo aquilo que é correto. O que não dá é ir chutando baseado em qualquer outra coisa, nos baseamos no que é científico”, disse Bianka, finalizando a reportagem. Assista:


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Ex-ator global é indiciado por lesão corporal contra a mulher

Publicado

por

source
a
Reprodução/Instagram

Ator foi indiciado por ter agredido a esposa


O ex-global Ricardo Vianna foi indiciado pelos crimes de agressão e injúria  contra a esposa, a empresária Aline Kryk. Ela prestou queixa no início deste mês , na Delegacia da Mulher em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio.


Vianna prestou depoimento à polícia e confessou as agressões. Ele alegou, no entanto, que também foi agredido por ela. No boletim de ocorrência, Aline declarou ter sido agredida pelo ator e xingada de “prostituta, vagabunda, manipuladora e mentirosa”.

Após a repercussão, Ricardo Vianna, que já atuou pela Globo e pela Record, desativou seu perfil no Instagram. Nesta semana, o caso foi encaminhado ao Ministério Público

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Danilo Gentili gera polêmica ao citar post de Bolsonaro e comparar com "Satanás"
Continue lendo

Mais Lidas da Semana