conecte-se conosco


POLÍTICA

PT aposta em “sintonia” com centrão de Lira para criar CPMI da Lava Jato

Publicado

source
Vitória de Arthur Lira pode abrir caminho para criação da CPI; entenda
Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Vitória de Arthur Lira pode abrir caminho para criação da CPI; entenda

Após a “vitória” conquistada junto ao STF, que  autorizou acesso da defesa do ex-presidente Lula às mensagens trocadas pelo ex-ministro Sergio Moro com procuradores da Lava Jato, o PT tenta articular o próximo passo na batalha contra a operação.

Segundo informações do blog do jornalista Lauro Jardim, petistas já estariam recolhendo assinaturas entre senadores e deputados para criar uma CPMI da Lava Jato . A aposta para garantir vitória também nesta etapa é a proximidade com o centrão de Arthur Lira, novo presidente da Câmara, que já sinalizou a favor da criação.

Na última semana, o líder do governo Bolsonaro na Câmara, Ricardo Barros , chamou a  operação Lava Jato de “quadrilha” e afirmou que ela só foi criada para garantir a prisão após segunda instância e tirar a possibilidade de Lula disputar as eleições presidenciais de 2018.

“Nunca teve prisão em segunda instância no Brasil. Só teve para prender o Lula e tirá-lo da eleição. Foi um casuísmo. Não vamos permitir que as conversas do Intercept, que foram autenticadas pelo ministro Lewandowski, desapareçam. São crimes cometidos pela quadrilha da Lava Jato “, afirmou Barros.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

Marco Aurélio manda Câmara votar abertura de processo contra Bolsonaro

Publicado

por

source
Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello
REPRODUÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu nesta quinta-feira (4) que a Câmara dos Deputados vote a abertura da um processo contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Trata-se de uma queixa-crime por calúnia apresentada pelo governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Segundo o governador do Maranhão, Bolsonaro afirmou em uma entrevista que Dino teria negado pedido do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) para que a Polícia Militar maranhense garantisse a segurança presidencial durante visita ao estado, em 2020.

“A mentira pode ser usada deliberadamente no debate político? O Presidente da República, com suas elevadas atribuições, pode costumeiramente mentir?”, diz Dino no documento.

O Ministro Marco Aurélio encaminhou a queixa à Câmara. “Admitida a acusação contra o presidente da República, por dois terços da Câmara dos Deputados, será ele submetido a julgamento perante o Supremo Tribunal Federal, nas infrações penais comuns, ou perante o Senado Federal, nos crimes de responsabilidade. § 1º O Presidente ficará suspenso de suas funções: I – nas infrações penais comuns, se recebida a denúncia ou queixa-crime pelo Supremo Tribunal Federal”, diz a decisão.

Leia mais:  Bolsonaro é 4º líder de país a receber diagnóstico positivo de Covid-19

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana