conecte-se conosco


Economia

Prêmio de melhor aeroporto do país sai para terminais de 4 cidades

Publicado

Os aeroportos de Brasília, Campinas, Curitiba e Vitória vencem o Prêmio Aeroportos + Brasil melhores terminais aéreos do país. Eles foram escolhidos com base nos resultados da Pesquisa de Satisfação do Passageiro, compilados ao longo de 2019, e divididos em três categorias: até 5 milhões passageiros ano, de 5 a 15 milhões e acima de 15 milhões. Nesta edição, houve empate entre Campinas e Curitiba na categoria de 5 a 15 milhões de passageiros. Ambos atingiram média anual de satisfação geral de 4,74, numa escala que vai de 1 (muito ruim) a 5 (muito bom), e dividiram o prêmio.

O aeroporto de Vitória, grande vencedor na categoria até 5 milhões de passageiros, atingiu nota média de 4,64. Brasília, que teve o primeiro lugar na categoria acima de 15 milhões de passageiros ano, alcançou 4,48 na avaliação dos usuários.

O prêmio foi entregue hoje (3) pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, em cerimônia realizada na área do antigo Terminal 2 do aeroporto de Brasília. Segundo o ministro, a melhoria dos serviços oferecido às pessoas que usam os aeroportos brasileiros é evidente. “A gente percebe o acerto do programa de concessões, que mexeu também com a Infraero, que melhorou sua gestão e concorre hoje de igual para igual com aeroportos concedidos”, disse.

Leia mais:  Caixa paga 1ª parcela do auxílio emergencial a 5,1 milhões de pessoas

O ministro lembrou que 2019 foi um ano complicado para a aviação civil brasileira com a quebra da Avianca no Brasil e a crise dos 737-Max. Apesar disso, segundo ele, o preço das passagens aéreas vem caindo. “Estamos começando a equilibrar oferta e demanda, temos um mercado resiliente, forte”, afirmou.

Freitas avaliou que o programa de concessões tem trazido resultados positivos. “Estamos na direção correta com as concessões, na questão regulatória, enfrentando o custo do querosene da aviação, fazendo investimentos para o crescimento da aviação regional. Temos uma engrenagem muito bem azeitada trabalhando em prol da aviação civil, que tem tudo para crescer. Esse serviço vai ser cada vez mais universalizado”, disse.

Nesta edição, houve empate entre Campinas e Curitiba na categoria de 5 a 15 milhões de passageiros. Ambos atingiram média anual de satisfação geral de 4,74, numa escala que vai de 1 (“muito ruim”) a 5 (“muito bom”), e dividiram o prêmio. O Aeroporto de Vitória, grande vencedor na categoria até 5 milhões de passageiros, atingiu nota média de 4,64. Brasília, que teve o primeiro lugar na categoria acima de 15 milhões de passageiros ano, alcançou 4,48 na avaliação das pessoas consultadas.

Leia mais:  BC regulamenta compra de ativos do setor privado

Além do Prêmio Aeroportos + Brasil, outros cinco indicadores foram avaliados para agraciar os vencedores. Florianópolis ganhou destaque como o “aeroporto que mais evoluiu” ao longo do ano anterior, com crescimento de 13,6%. Dentre os aeroportos que processam até 5 milhões de passageiros ano, Maceió venceu em três indicadores: “raio-x mais eficiente”, “controle aduaneiro mais eficiente” e “mais serviços ao passageiro” (em empate com Florianópolis). O “controle migratório mais eficiente” ficou com Manaus.

Companhias aéreas

A Azul Linhas Aéreas venceu, pelo segundo ano consecutivo, as duas categorias que avaliam o desempenho das companhias: o check-in mais eficiente e a restituição de bagagem mais eficiente.

A Pesquisa de Satisfação do Passageiro, usada como base para a premiação, ouviu 94.549 usuários, em 2019. O conjunto dos 20 aeroportos avaliados atingiu média de satisfação geral de 4,43 em 2019, ante 4,35 em 2018.

 

*Com informações do Ministério da Infraestrutura
 

Edição: Aécio Amado

Comentários Facebook
publicidade

Economia

Caixa abre 770 agências hoje das 8h às 12h

Publicado

por

.

A Caixa abrirá 770 agências hoje (19), das 8h às 12h, para atendimento a 9 milhões de beneficiários do auxílio emergencial e do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os beneficiários nascidos em janeiro – 3,9 milhões de pessoas – poderão sacar o auxílio emergencial em dinheiro e os trabalhadores nascidos em maio – 5,1 milhões de pessoas – poderão retirar em espécie os valores referentes ao saque emergencial do FGTS. Ao todo, os benefícios somam R$ 5,8 bilhões.

A relação de agências que estarão abertas pode ser conferida no site do banco.

Todas as pessoas que procurarem atendimento durante o funcionamento das agências serão atendidas. Não é preciso chegar antes do horário de abertura.

Auxílio emergencial

Ao todo, no sábado (19), terão sido pagos R$ 200,5 bilhões do auxílio emergencial para 67,2 milhões de brasileiros, um total de 288,3 milhões de pagamentos.

Os ciclos de crédito em conta e saques em espécie seguem até dezembro para o pagamento das cinco parcelas definidas pelo governo federal para o público do Cadastro Único (CadÚnico) e para quem se cadastrou pelo App Caixa/ Auxílio Emergencial ou pelo site.

Leia mais:  Presidente da Caixa fala sobre pagamento do auxílio emergencial

Saque Emergencial do FGTS

O Saque Emergencial do FGTS já atendeu 55 milhões trabalhadores, com valor global de R$ 34,7 bilhões. A partir deste sábado (19), os trabalhadores nascidos em maio que tiveram o crédito do saque emergencial do FGTS e que não movimentaram a conta Poupança Social Digital ou que tenham saldo remanescente poderão sacar o benefício em dinheiro. Também será possível transferir os valores, via aplicativo Caixa Tem, para outra conta, da Caixa ou de outras instituições financeiras.

Continua disponível ao trabalhador a opção de utilização dos recursos creditados na poupança social digital para a realização de compras, por meio do cartão de débito virtual e QR Code, pagamento de boletos, contas de água, luz, telefone, entre outros serviços.

Já na próxima segunda-feira (21), a Caixa credita o saque emergencial do FGTS na conta poupança social digital de aproximadamente 4,9 milhões de trabalhadores nascidos no mês de dezembro. Nessa etapa, o total de recursos liberados somam cerca de R$ 3 bilhões.

Leia mais:  BC regulamenta compra de ativos do setor privado

Edição: Maria Claudia

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana