conecte-se conosco

Policial

Polícia faz buscas em esgoto de condomínio no Rio por arma utilizada na morte de Marielle e Anderson

Publicado

Policiais e agentes do Ministério Público do Rio de Janeiro vasculharam, na manhã desta quarta-feira (12), o sistema de esgoto de um condomínio no Anil, Zona Oeste do Rio, em busca da arma utilizada no assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes. O crime foi cometido em 14 março de 2018 e está completando 700 dias.

A ação desta quarta foi realizada por homens da Divisão de Homicídios da Capital, da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) e do Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

De acordo com a unidade, mergulhadores da Core inspecionaram 27 cisternas do local, mas a arma não foi encontrada.

Durante a ação, os policias apreenderam munições, carregador de pistola e um carro de luxo para verificação. Foi instaurado um procedimento para apurar que é o dono do material. O carro será periciado.

Na primeira fase da investigação sobre o caso, foram presos o ex-PM Élcio de Queiroz, que havia sido expulso da corporação, e o policial reformado Ronnie Lessa. O primeiro é acusado de ter dirigido o veículo usado no crime, e o segundo é acusado de ter efetuado os disparos contra Marielle e Anderson.

Leia mais:  PC de Minas Gerais emite documentos de identidade para crianças e adolescentes

Marielle Franco, em foto de fevereiro de 2018 — Foto: Renan Olaz/Câmara Municipal do Rio de Janeiro/AFP/ArquivoMarielle Franco, em foto de fevereiro de 2018 — Foto: Renan Olaz/Câmara Municipal do Rio de Janeiro/AFP/Arquivo

Marielle Franco, em foto de fevereiro de 2018 — Foto: Renan Olaz/Câmara Municipal do Rio de Janeiro/AFP/Arquivo

Em outubro do ano passado, a polícia prendeu Josinaldo Freitas, suspeito de embaraçar as investigações ao jogar armas no mar. Ele chegou a pedir um salvo conduto à Justiça meses antes de ser preso.

O material descartado pertencia a Ronnie Lessa, que é apontado como o assassino de Marielle e Anderson. A polícia investiga se a arma usada no atentado também foi descartada.

O pedido de Josinaldo foi negado em agosto pelo Tribunal de Justiça do Rio e incluía uma cópia do mandado de intimação para que, naquela época, ele prestasse depoimento na Divisão de Homicídios.

Marinha fez buscas no mar

Em julho do ano passado, a Polícia Civil do RJ chegou a pedir ajuda da Marinha para buscar no mar a arma do crime. Um sonar chegou a detectar nove objetos no fundo do mar em um local próximo às Ilhas Tijucas, na Barra da Tijuca, Zona Oeste.

Leia mais:  Mulher é detida tentando entrar no presídio de Uberlândia com chips de telefone no chinelo

Mergulhadores fizeram buscas no local perto da área onde um amigo do principal acusado da morte de vereadora e do motorista, o PM reformado Ronnie Lessa, jogou caixas com fuzis e outras armas, segundo uma testemunha.

A polícia quer saber se entre os objetos que teriam sido jogados no mar está a arma utilizada no crime, uma submetralhadora MP5.

A Marinha utilizou sonares para encontrar os objetos. Segundo os equipamentos utilizados, são alvos com tamanhos aproximados de 50 centímetros a dois metros, e estão numa profundidade de 15 a 30 metros.

Por: G1

Comentários Facebook
publicidade

ITURAMA E REGIÃO

PM inicia operações para inibir crimes durante o carnaval no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba

Publicado

As Regiões da Polícia Militar (RPM) responsáveis por cidades do Triângulo Mineiro e do Alto Paranaíba iniciam operações para inibir o crime antes e durante o carnaval. Em algumas cidades, foi lançada a “Minas Segura” para reforçar ações no pré-carnaval. Em outras, começa nessa sexta-feira (21) a Operação “Carnaval”, que ocorre até a próxima quinta-feira (27).

A Polícia Militar de Meio Ambiente (PMMA) também vai realizar ações na área rural.

De acordo com a PM, equipes serão reforçadas em cidades onde tem carnaval de rua e também naquelas onde as festas são em clubes.

Veja abaixo como será a ação em alguns destes municípios e dicas de segurança durante a folia.

9ª RPM

A 9ª Região da Polícia Militar está sediada em Uberlândia e abrange 18 municípios. Além de Uberlândia e Ituiutaba, policiais da 9ª RPM reforçarão o efetivo em outras cidades com eventos: Prata, Araporã, Indianópolis, Canápolis, Capinópolis, Monte Alegre, Centralina e Santa Vitória.

“Todo o planejamento já foi realizado e a Polícia Militar vai mobilizar um grande efetivo, inclusive com policiais da área administrativa para reforçarem as cidades, as localidades, para que tenhamos um carnaval de paz e segurança”, explicou o capitão Leandro Menezes.

As ações estarão ligadas aos eventos e nas rodovias estaduais, com atividades de fiscalização e inibição de crimes como roubo e furto, e blitz no acesso às cidades.

Já a Polícia Militar de Meio Ambiente (PMMA) informou que realizará a Operação “Carnaval”, com intensificação de ações preventivas nas cidades de Ituiutaba, Capinópolis, Ipiaçu, Canápolis, Cachoeira Dourada e Centralina.

Conforme a PMMA, estradas vicinais, represas, rios e mananciais serão fiscalizados. A operação busca prevenir furtos, roubos, tráfico de drogas, posse ilegal de armas de fogo e crimes ambientais.

Uberlândia

Segundo o comando da Polícia Militar, o planejamento prevê a realização de operações durante os eventos carnavalescos, com intensificação do patrulhamento motorizado, abordagens a suspeitos, atuação para desarmamento, blitz e patrulhamento aéreo.

Leia mais:  Polícia Civil prende suspeito de diversos furtos em Araxá e cidades do interior de São Paulo

“Vamos combater todo e qualquer tipo de ilícito, inclusive, fazendo cumprir a lei de importunação sexual, que entrou em vigor em setembro de 2018. É bom reforçar que a pena é de até cinco anos para condutas como beijo roubado ou forçado, e toque inapropriado sem o consentimento da vítima”, afirmou Menezes.

Ituiutaba

De acordo com a assessoria de comunicação da PM, nesta quinta-feira (20) foi realizada operação pré-carnaval e a partir desta sexta-feira (21) será iniciada a Operação “Carnaval”.

A 5ª Região da Polícia Militar, com sede em Uberaba, é responsável por 30 municípios.

A assessoria da Polícia Militar informou que todo o efetivo será empregado na segurança dos foliões nas cidades que vão promover carnaval, inclusive, com a utilização de drones. As rodovias estaduais e vicinais serão monitoradas pelas equipes da Polícia Militar Rodoviária (PMR) e de Meio Ambiente (PMMA).

A PM informou também, que distribuirá em toda a região, dicas de segurança para os foliões (veja abaixo).

G1 solicitou à assessoria o nome das cidades que receberão reforço no contingente, e aguarda retorno.

Araxá

De acordo com a assessoria de comunicação do 37º Batalhão da Polícia Militar, serão realizadas ações educativas, com abordagem de veículos para fiscalização e distribuição de material gráfico.

Também serão realizadas abordagens para a prevenção de crimes violentos, porte ilegal de armas e posse de drogas.

Na região do 37º Batalhão, as ações serão feitas nos municípios de Araxá, Tapira, Perdizes, Sacramento, Pratinha, Conquista, Campos Altos, Ibiá, Santa Rosa da Serra, Conquista, Nova Ponte e Santa Juliana.

10ª RPM

A 10ª Região da Polícia Militar, com sede em Patos de Minas, é responsável por 23 municípios.

Patos de Minas

G1 entrou em contato com a assessoria da PM, mas as ligações não foram atendidas.

Leia mais:  Mulher é detida tentando entrar no presídio de Uberlândia com chips de telefone no chinelo

Patrocínio

O 46º Batalhão de Polícia Militar de Patrocínio lançou, nesta quinta-feira (19), a Operação “Minas Segura”, com o objetivo de dar visibilidade e reforçar as ações pré-carnaval. O batalhão é responsável por dez cidades: Patrocínio, Monte Carmelo, Coromandel, Serra do Salitre, Cruzeiro da Fortaleza, Guimarânia, Douradoquara, Romaria, Irai de Minas, Abadia dos Dourados.

Segundo informou o tenente Marcelo Rossi, da assessoria de comunicação, também ocorrerá a Operação “Carnaval” nas cidades até a Quarta-Feira de Cinzas (26).

“O efetivo recebe apoio do administrativo e são feitas diferentes ações, como blitz, batida policial e presença nos pontos de maior índice criminal”, explicou o tenente.

Ele também reforçou que na região tem festa de rua em Coromandel e Serra do Salitre. Nestes locais também será feito o policiamento nas folias.

Dicas de segurança

Viagens

  • Não dirigir após consumir bebida alcoólica;
  • Se for viajar, cuide da segurança de sua residência, instalando dispositivos que dificultem a ação dos infratores;
  • Verifique as portas, as janelas e os locais vulneráveis;
  • Feche os registros de gás, e limpe os cinzeiros de brasas para evitar incêndio;
  • Solicite a colaboração de seu vizinho para que ele possa recolher as correspondências e acionar a Polícia Militar em caso de qualquer movimentação suspeita.

Campo

  • Evite as fogueiras;
  • Apague bem a brasa de churrasqueiras;
  • Jogue lixo, garrafas e pontas de cigarros em locais apropriados.

Festas

  • Evite portar objetos de valor para não atrair a atenção dos infratores;
  • Não carregue grandes quantias em dinheiro;
  • Evite brigas e confusões;
  • Evite transitar em locais mal iluminados;
  • Em caso de assalto nunca reaja.

A PM orienta que, caso necessário, a população denuncie pelo número 181. O número 190 deve ser utilizado para urgências e emergências policiais.

Por: G1

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana