conecte-se conosco

Policial

Polícia Civil apresenta sistema de reconhecimento facial de condutores

Publicado

Com objetivo de proporcionar mais segurança aos cidadãos, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) implantou, em parceria com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), o sistema de reconhecimento facial dos condutores nos processos de emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A etapa de validação facial, que começou a ser usada pelo Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) em 21/10, diminui o risco de fraudes, evitando, por exemplo, a emissão de uma CNH com a foto de um estelionatário e dados da vítima.

Com a nova ferramenta, a fotografia é comparada com as imagens disponíveis no banco de dados do Registro Nacional de Condutores Habilitados (Renach), apoiando-se em traços permanentes da configuração da face humana.

“Trata-se de um grande avanço tecnológico e um elemento de segurança importante para evitar fraudes nos processos de habilitação. A imagem do condutor, uma vez capturada, vai para a base de dados do sistema nacional de condutores e é comparada com a foto nele registrada, ou seja, a utilizada na última emissão da CNH”, destaca o diretor do Detran-MG, delegado Kleyverson Rezende.

Leia mais:  PM prende um dos criminosos que se passou por policial civil para assaltar casa em Bocaiuva

A imagem coletada precisa ter compatibilidade facial de 93% para aprovação imediata da CNH. No entanto, caso não seja atingido esse percentual de similaridade, como nas hipóteses de mudança brusca no perfil do condutor, o sistema bloqueará a emissão do documento e o Detran-MG adotará as medidas necessárias de verificação e validação manual.

“Diariamente são expedidos 7,5 mil documentos de habilitação em Minas. Cerca de dez a 15 deles são submetidos à checagem manual, e, para o restante, a validação é automática. Se constatada irregularidade, poderemos monitorar a CNH clonada e chegar até o suposto criminoso no endereço de entrega do documento”, explica a delegada Flávia Portes, chefe da Divisão de Habilitação do Detran-MG.

O sistema de validação facial aproveitará as fotografias com até dois anos de captura. Sempre que as imagens disponíveis no banco de dados forem mais antigas que isso, o condutor que solicitar um serviço que precise de emitir novo documento de habilitação deverá se submeter à captura de foto.

Esse procedimento é realizado mesmo quando não há necessidade de exame médico ou psicológico, como na solicitação de CNH definitiva, 2ª via, adição ou mudança de categoria e algumas alterações de dados. Nesse caso, a nova fotografia poderá ser feita na sede do Detran-MG ou em uma das clínicas médicas e psicológicas credenciadas.

Leia mais:  Mãe flagra missionário peruano estuprando a filha em igreja de SP

Por Agência Minas

Comentários Facebook
publicidade

ITURAMA E REGIÃO

ITURAMA : POLÍCIA MILITAR REALIZA MAIS UMA GRANDE APREENSÃO DE DROGA

Publicado

Na madrugada desta quarta feira dia 03 de junho, durante a realização de Operação Anti Drogas, os policiais militares visualizaram um veículo GM/SPIN, de cor cinza, placa de Belo Horizonte, sendo abastecido no auto Posto Pamplona, trevo de Iturama, onde perceberam que o condutor apresentou nervosismo ao notar a presença policial, gerando assim a suspeição.

Diante da suspeição os policiais efetuaram a abordagem do condutor e solicitou deste os documentos pessoais e do veículo é quando os policiais determinaram para que o condutor descesse do veículo e abrisse o porta malas, este deu partida no veículo e evadiu, em alta velocidade, sentido a Campina Verde.

De imediato foi acionado o cerco bloqueio e feito a perseguição ao veículo pelas viaturas da Polícia Militar e Polícia Militar Rodoviária, sendo que, cerca de 25 km depois do trevo de Honoropolis, o autor entrou em uma estrada de terra, vindo a perder o controle do seu veículo, onde desembarcou e saiu correndo, porém foi perseguido a pé por policiais que conseguiram alcança-lo e detê-lo

Leia mais:  Cantor Victor Chaves, ex dupla com Léo, é condenado por agredir a mulher em BH

Ao realizarem busca no veículo os policiais localizaram no porta malas os seguintes materiais:

62 tabletes totalizando 61kg
02 tabletes de cocaína totalizando 1k e 340g.

O autor, um homem de 34 anos, declarou que pegou o veículo com a droga em Campo Grande/MS e a levaria até Salvador/BA e que receberia pelo serviço o valor de R$ 5.000,00.

Diante do fato foi feita a apreensão da droga e do veículo, a prisão em flagrante delito do autor e apresentado na Delegacia de Polícia em Iturama.

 

POLÍCIA MILITAR, NOSSA PROFISSÃO, SUA VIDA!

 

Fonte: Polícia Militar de Iturama

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana