conecte-se conosco


POLÍTICA

PGR pede apuração da conduta de Daniel Silveira após prisão em flagrante

Publicado

source
Deputado Federal Daniel Silveira
Duda Sampaio

Deputado Federal Daniel Silveira

Nesta sexta-feira (19), o vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, solicitou ao STF (Supremo Tribunal Federal) a abertura de inquérito para apurar a conduta do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) no IML (Instituto Médico Legal), no Rio de Janeiro, após ser preso em flagrante, nesta terça-feira (16) . As informações são da CNN Brasil .

Você viu?

Na ocasião,  Silveira discutiu com uma servidora do local por se recusar a utilizar a máscara de proteção contra a Covid-19. O pedido de abertura do inquérito é decorrente do documento enviado pelo ministro do STF, Alexandre de Moraes, à Procuradoria-Geral da República (PGR).

De acordo com o vice-procurador-geral, os fatos narradas podem configurar os crimes de desacato (art. 331 do Código Penal, punível com detenção de seis meses a dois anos ou multa) e infração de medida sanitária preventiva (art. 268 do Código Penal, cuja pena é de um mês a um ano de detenção e multa).

Apesar dos fatos terem sido registrados em vídeo e publicados nas redes sociais, Medeiros afirma que é relevante o aprofundamento na investigação para esclarecer, por exemplo, o que aconteceu antes e depois da filmagem.

Entre as diligências solicitadas ao Supremo estão as oitivas dos agentes públicos envolvidos, com o registro detalhado das palavras e atos empregados no desacato, para que sejam descritas em eventual denúncia, das pessoas que tenham presenciado a cena e do próprio parlamentar.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

Ciro Gomes pede impeachment de  Bolsonaro: “condena população à morte”

Publicado

por

source
Ciro Gomes falou sobre a pandemia e pediu o impeachment de Jair Bolsonaro em suas redes sociais
Reprodução: iG Minas Gerais

Ciro Gomes falou sobre a pandemia e pediu o impeachment de Jair Bolsonaro em suas redes sociais

O ex-candidato à presidência da República, Ciro Gomes (PDT) , comentou nesta sexta-feira (26) sobre a atuação de Bolsonaro na pandemia em um momento que o sistema de saúde tem entrado em colapso em diversas cidades . Ele voltou a pedir o impeachment do presidente.

“Mais uma vez me dirijo ao que resta de decência do Congresso Nacional: manter Bolsonaro como presidente é manter nosso povo acuado, sem emprego, sem renda, sem comida e condenado à morte!”, disse em sua conta no Twitter.

Ciro afirmou que a rejeição de Bolsonaro às medidas de contenção à Covid-19 e a promoção de aglomerações é “criminosa”. 

Leia mais:  Lei que determina 72 horas para aprovação das vacinas perde a validade em 3 dias

“O Brasil está muito próximo de viver uma tragédia assustadora! Governadores e prefeitos estão tentando proteger a população com medidas restritivas, como toque de recolher e lockdown”, defendeu. “E Bolsonaro, CRIMINOSAMENTE, promove aglomerações em municípios com graves índices de Covid-19”, completou. 

“Bolsonaro está condenando a população brasileira a assistir ainda mais mortes. Repito: o que está projetado para os próximos dias é terrível. É o colapso do sistema de saúde!” 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana