conecte-se conosco


POLÍTICA

PGR pede ao STF que inquérito sobre Pazuello vá para a primeira instância

Publicado em

POLÍTICA

source
Ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello e o presidente da República, Jair Bolsonaro
Carolina Antunes/PR

Ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello e o presidente da República, Jair Bolsonaro

A Procuradoria Geral da República (PGR) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o inquérito criminal que apura a suposta responsabilidade do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello no caos ocorrido em Manaus no início do ano seja encaminhado para a primeira instância. O pedido foi assinado pelo Procurador-Geral da República, Augusto Aras. Agora, o pedido deverá ser analisado pelo relator do caso no STF, o ministro Ricardo Lewandowski.

A ida do inquérito para a primeira instância é esperada desde o anúncio de que Pazuello deixaria o cargo. Na terça-feira (23), o médico Marcelo Queiroga tomou posse como novo ministro da Saúde. Com a perda do cargo, Pazuello também perde o foro privilegiado, motivo pelo qual o inquérito tramitava no STF.

Você viu?

O inquérito foi instaurado em janeiro logo após o sistema de saúde do Amazonas entrar em colapso pelo aumento no número de casos e mortes causadas pela Covid-19 e pela falta de oxigênio hospitalar em diversas unidades de saúde. Documentos encaminhados pela Advocacia Geral da União (AGU) ao STF mostravam que o ministério havia sido alertado pela fabricante de oxigênio hospitalar White Martins no dia 8 de janeiro sobre a possível escassez do produto no Amazonas, seis dias antes do colapso ocorrido no dia 14 de janeiro.

Leia mais:  Por telefone, Onyx e Terra especulam que Mandetta pode ir para gestão Doria

Pazuello já prestou depoimento no inquérito. Aos procuradores, ele mudou a versão do ministério sobre o momento em que a pasta havia sido alertada sobre o problema. Segundo ele, o documento enviado pela AGU estava errado e o ministério só foi avisado dos problemas em Manaus 10 de janeiro.

Caso o pedido deencaminhamento à primeira instância seja remetido à primeirainstância, ainda será necessário definir em que local ele irátramitar. Uma das possibilidades é que ele tramite na JustiçaFederal do Amazonas. Outra, mais provável, é que ele fique a cargoda Justiça Federal do Distrito Federal.

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA

“Vou tomar por último, tem muita gente apavorada”, diz Bolsonaro sobre vacina

Publicados

em

Por

source
Presidente Jair Bolsonaro
Foto: Agência Brasil

Presidente Jair Bolsonaro

Na sexta-feira (16), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que não pretende tomar a vacina da Covid-19 agora. Em conversa com apoiadores que o esperavam em frente ao Palácio da Alvorada, o presidente justificou que a decisão é pelo fato de ter “muita gente apavorada” esperando pela vacina.

“O que acontece, tem muita gente apavorada aí aguardando a vacina, então deixa as pessoas tomarem na minha frente. Vou tomar por último. Eu acho que essa é uma atitude louvável. Porque tem gente que não sai de casa, está apavorado dentro de casa”, disse Bolsonaro. O presidente chegou a se queixar que a imprensa teria criticado a sua decisão de se vacinar por último. “Em vez da imprensa me elogiar, me critica”, afirmou.

Bolsonaro está apto a receber a vacina no Distrito Federal desde o dia 3 de abril. Antes, ele explicava que não ia se vacinar porque já teria contraído o vírus em julho do ano passado.

De acordo com dados do consórcio de veículos de imprensa da quinta-feira (15), 25.460.098 pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19. O número representa 12,02% da população brasileira. A segunda dose já foi aplicada em 8.558.567 pessoas (4,04% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal.

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana