conecte-se conosco


Economia

Petrobras reduzirá investimentos, produção e gastos com RH

Publicado

.

A Petrobras anunciou hoje (26)  uma série de medidas para equilibrar o caixa da companhia em meio ao choque dos preços do barril petróleo e do impacto da pandemia de coronavírus no mercado internacional. Entre as ações, a estatal prevê a postergação de gastos com recursos humanos e a redução de US$ 3,5 bilhões em investimentos programados para 2020.

A queda na demanda por petróleo e derivados também fez a companhia reavaliar sua produção de óleo, que será reduzida em 100 mil barris por dia até o final de março, “em função da sobreoferta deste produto no mercado externo e pela redução da demanda mundial de petróleo causada pelo efeito do COVID-19”.

“Como resultado da redução abrupta dos preços e demanda de petróleo e combustíveis, a companhia está adotando uma série de medidas para redução de desembolso e preservação do caixa neste cenário de incertezas, a fim de reforçar sua solidez financeira e resiliência dos seus negócios”, diz o comunicado da estatal.

Os investimentos previstos para 2020 serão reduzidos de US$ 12 bilhões para US$ 8,5 bilhões. O corte se dará, principalmente, com o adiamento de atividades exploratórias, interligação de poços e construção de instalações de produção e refino, além da desvalorização do real frente ao dólar.

Leia mais:  Infraestrutura cai em termos de valor na indústria da construção

Folha de pagamento

A estatal também decidiu reduzir ou adiar suas despesas com os trabalhadores em um total de R$ 2,4 bilhões, com medidas como o adiamento do pagamento do Programa de Prêmio e Performance 2019 e postergações de horas-extras. Serão cancelados os processos de avanço de nível e promoção para os empregados e funções gratificadas e também haverá redução de 50% no número de empregados de sobreaviso parcial nos próximos três meses, além da suspensão temporária de todos os treinamentos.

A Petrobras também vai adotar medidas previstas na Medida Provisória 927, como a postergação do pagamento de gratificação de férias e do recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).  

Ainda no contexto das medidas de recursos humanos, a estatal anunciou a postergação do pagamento de 30% da remuneração mensal total do presidente, diretores, gerentes executivos e gerentes gerais.

Gastos operacionais

A redução de custos também se dará com a “aceleração da redução de gastos operacionais”, adicionando US$ 2 bilhões aos cortes previstos para 2020. As medidas nesse sentido incluem a hibernação de plataformas em operação em águas rasas, que têm custos mais elevados e passaram a ter fluxo de caixa negativo com a queda dos preços.

Novas contratações relevantes foram postergadas pelo prazo de 90 dias e haverá gastos menores com intervenções em poços e otimização da logística de produção.  

Desembolsos

Será submetida à Assembleia Geral Ordinária da Petrobras a proposta de postergar para 15 de dezembro o pagamento de R$ 1,7 bilhão em dividendos, que foi anunciado em fevereiro com o resultado anual de 2019.

Outras medidas para equilibrar o caixa da empresa são o desembolso de linhas crédito compromissadas, no valor de 8 bilhões de dólares, e o desembolso de duas novas linhas que somam R$ 3,5 bilhões.

“Como resultado da implementação das medidas descritas, a companhia estima que equilibrará seu fluxo de caixa no ano de 2020”, avalia a direção da Petrobras.

 

 

 

Edição: Mario Toledo

Comentários Facebook
publicidade

Economia

Caixa libera hoje saque do FGTS para nascidos em setembro e outubro

Publicado

por

Cerca de 10,2 milhões de trabalhadores nascidos em setembro e outubro podem retirar, a partir de hoje (31), R$ 1.045 do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O dinheiro poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem, que liberará a transferência para outra conta bancária, ou retirado em caixas eletrônicos, unidades lotéricas e correspondentes bancários.

Diferentemente dos últimos sábados, a Caixa Econômica Federal não abrirá as agências para o saque por causa do feriado prolongado de Dia de Finados (2 de novembro). Somente a partir de terça-feira (3), será possível retirar o dinheiro nas agências.

Quem não quiser retirar o dinheiro em espécie pode usar o aplicativo Caixa Tem. A ferramenta permite a transferência da conta poupança digital para outra conta, seja da Caixa ou de outras instituições financeiras de forma gratuita.

Nos últimos dois meses, a Caixa creditou R$ 6,4 bilhões nas contas digitais de poupança dos trabalhadores. O dinheiro havia sido depositado em 31 de agosto (no caso dos nascidos em setembro) e em 8 de setembro (no caso dos nascidos em outubro).

Leia mais:  Sesi oferece curso para gestores sobre retomada de atividades

Desde então, os recursos podiam ser movimentados apenas por meio do Caixa Tem, que permite compras por cartão de débito virtual, compras por QR Code (versão avançada do código de barras) em estabelecimentos parceiros e o pagamento de boletos e de contas residenciais.

Medida de ajuda

Uma das medidas de ajuda à economia no meio da pandemia de covid-19, o saque emergencial do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) beneficia com até R$ 1.045 cerca de 60 milhões de trabalhadores, que receberam R$ 37,8 bilhões no total.

Todos os beneficiados receberam o depósito na conta poupança digital. O último lote, para os trabalhadores nascidos em dezembro, foi creditado em 24 de setembro.

O saque em dinheiro e a transferência bancária dos recursos do FGTS ainda estão sendo feitos em etapas escalonadas, conforme o mês de aniversário do trabalhador. Os nascidos em novembro e dezembro poderão retirar os recursos do FGTS em espécie a partir do próximo dia 14.

 

Leia mais:  BC autoriza dedução de recompra de letras financeiras do compulsório

Edição: Kleber Sampaio

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana