conecte-se conosco


Entretenimento

Pabllo Vittar fala de boicote aos LGBT e governo Bolsonaro

Publicado em

Entretenimento

source

Nesta quarta-feira (30) Pabllo Vittar lançou a primeira parte do EP “111” , em São Paulo. Aproveitando o momento, a drag queen cantora falou sobre o que sente em relação aos boicotes aos artistas LGBT. 

Leia também: Nem disfarça! Pabllo Vittar risca rosto de Anitta em capa de álbum

Pabllo Vittar arrow-options
Reprodução Instagram

Pabllo Vittar

“É muito triste porque a gente trabalha muito duro e são os nossos sonhos. Você lança um trabalho e isso não é veiculado em grandes playlists, em rádios, em programas de TV porque você é um artista LGBT ? Isso não nos diferencia dos outros, até porque a gente faz um trabalho incrível. Mas o que eu quero que as pessoas saibam é que eu não vou parar. Vou continuar fazendo minhas músicas e realizando os meus sonhos”, iniciou Pabllo Vittar

Leia também: Pabllo Vittar fala sobre polêmica entre Anitta e Ludmilla

Questionada se sofre preconceito no exterior, a drag queen cantora dissertou. “Lá fora, eu venho sendo bem recebida nos shows. Vou estar no European Music Awards, vou ser headliner de vários festivais no ano que vem. A aceitação tem sido muito boa pra mim, mas acho que vou poder responder melhor a essa pergunta no ano que vem”.

Leia mais:  Filho 04 de Bolsonaro vive romance com ex-namorada de Eduardo Costa

Leia também: Fãs comparam Pabllo Vittar a namorada de Ludmilla em foto nas redes sociais

Ao ser questionada sobre as represálias que sofre por suas críticas ao governo Bolsonaro, Pabllo Vittar não pestaneja.  “Sempre vou me posicionar porque acho que é o trabalho do artista mesmo. Temos de usar a nossa voz e a nossa visibilidade para assuntos que realmente são relevantes e não só falar de música. Não podemos fechar os olhos para as coisas que vêm acontecendo. E isso em relação a todos os aspectos: segurança, mortes das gatas. Acho que os fãs entendem esse posicionamento e acham importante também, e abraçam as causas”.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

Entretenimento

Rafinha Bastos não esconde decepção com saída de Thaís e permanência de Arthur

Publicados

em

Por

source
Rafinha Bastos, Thaís Braz e Arthur Picoli
Reprodução/Instagram

Rafinha Bastos, Thaís Braz e Arthur Picoli


Pelo visto, Rafinha Bastos não gostou muito da  eliminação de Thaís Braz no paredão desta terça-feira (13), não. Horas antes de o “Big Brother Brasil 21” ir ao ar, o humorista e apresentador usou o seu perfil no Twitter para reforçar a torcida pela cirurgiã-dentista goiana: “Na boa, se ela sair, esse programa perde a graça”. 

Logo em seguida, tornou a comentar a participação do filho de Fábio Jr. e irmão de Cleo Pires no reality show: “Ainda não entendi o que o Fiuk quis indo para o ‘BBB’. O cara foi protagonista de novela e agora está aí chorando, porque quer mais uma semana na xepa com a Viih Tube e o ex-volante do Itaberaí Futebol Clube”.

Para quem não sabe, o instrutor de crossfit Arthur Picoli também já foi jogador de futebol profissional e defendeu as categorias de base de clubes como Atlético-GO e Ponte Preta. Após o anúncio do resultado do público, ele escreveu “Thaís saiu”, mencionando que haverá mais dias de “‘Fala, Tiagão’ pra gente”, em alusão à forma como o brother chama Tiago Leifert.

Vale destacar que, no dia em que o capixaba abriu o coração com Caio e Rodolffo e resolveu falar sobre a sua adolescência difícil, Rafinha foi às redes sociais. “Joguei basquete até os vinte e cinco anos. Dormia embaixo de arquibancada pelo menos duas vezes por semana. Todo ex-atleta deve estar olhando esse papo do Arthur e pensando: ‘Grandes merdas, champz!'”, relatou.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana