conecte-se conosco

ARTIGOS

Ômar Souki: Otimismo e produtividade

Publicado

Faça uma análise dos momentos mais produtivos de sua vida. Você estava triste ou alegre? Estava depressivo ou expansivo? Desanimado ou animado? Estava preocupado ou focado em resultados? Pessimista ou otimista?  Vai dizer: “É claro que estava alegre, expansivo, animado, focado em resultados e otimista”. Isso indica que já sabe quais são os estados mentais mais propícios à criatividade, à produtividade e à prosperidade. Sabe até que, sem eles, nada acontece. Sem otimismo, sem fé, sem a convicção que iremos chegar lá, tropeçamos e ficamos pelo caminho resmungando.

Mas saber é uma coisa, viver é outra. Temos a teoria na ponta da língua, mas a prática a léguas de distância. Isso não acontece só com você, mas comigo também, e com todo ser humano. O conhecimento precede a ação. Em alguns casos, as pessoas apenas absorvem o conhecimento, mas jamais partem para a ação. Porém, conhecimento sem ação não produz resultados. No meu caso, se depois de meus estudos e pesquisas, não me comunicasse com você, de nada valeriam. É preciso passar para frente o que se sabe e viver o que se aprendeu.

Para que eu me anime a falar com você sobre o que sei é importante que eu acredite que vou beneficiá-lo. É preciso que eu seja um eterno otimista para estar, praticamente todos os dias, passando coisas aprendidas através da própria vida e de pesquisas, livros e mestres. Assim como o que sei não pode ficar apenas comigo, os seus talentos não podem parar em você. Suas aptidões pessoais devem fluir para o universo em seu entorno para que você se realize como ser humano. E, repito, para que isso aconteça é preciso toneladas de otimismo.

Leia mais:  Aprendendo inglês: por onde começar?

Pesquisas nas Universidades de Columbia e Rutgers demonstram que as pessoas que acreditam ter controle sobre as circunstâncias enfrentam de forma mais positiva os problemas do que aquelas que pensam que suas decisões não contam. Isso comprova o que disse o Mestre dos mestres: “Tudo é possível para aquele que acredita”.

Sim, é necessário que você tenha uma expectativa positiva com relação ao resultado de suas ações. É de fundamental importância que a sua auto-estima esteja em alta. O que  isso quer dizer? A resposta está dentro de você. Procure se lembrar como reage ao resultado de seu trabalho. Quando vê, lê, escuta, sente ou prova algo que saiu de suas próprias mãos, como se sente? Sente orgulho? Realização pessoal? Prazer? Se é um pintor, gosta de seus quadros? Se escritor, admira o que escreve? Se cozinheiro, se delicia com a sua comida? Se arquiteto, sente prazer em olhar para as suas obras? Se vendedor, tem orgulho dos seus negócios? Não importa qual seja a sua profissão, você se realiza nela?

Leia mais:  A pantomima da cloroquina

Agora se recorde de como as pessoas reagem à sua presença. Respondem de maneira positiva?  Solicitam seus préstimos? Elogiam seu trabalho? A resposta a essas perguntas vão influenciar a sua auto-imagem e essa está diretamente ligada à sua motivação que, por sua vez, determina seus resultados. O fundamento da produtividade é, portanto, a motivação. E a motivação depende de nosso otimismo a respeito de nós mesmos e dos frutos de nosso trabalho.

Auto-confiança, auto-imagem positiva, auto-estima em alta são termos equivalentes. Denotam o estado de espírito necessário para que a fé brote resoluta de dentro de nosso coração. Por mais abstrato que seja esse conceito de fé, na prática, é a seiva que alimenta a árvore da nossa vida. Nossa existência, portanto, produzirá flores em abundância, perfumes inebriantes e frutos deliciosos—dependendo da seiva: nossa fé, nossa expectativa positiva, nosso otimismo.

Comentários Facebook
publicidade

ARTIGOS

Dicas simples para um jardim incrível

Publicado

Aproveitar os momentos em casa cuidando do jardim pode ser uma ótima terapia e deixará o jardim lindo e saudável para se preparar para as mudanças climáticas das próximas estações. Recentemente o outono teve início e com ele muitas transformações acontecem, no ar, temperatura e tempo. E com os jardins não poderia ser diferente, essas transições trazem alterações que afetam diretamente a vida das plantas, tanto para aquelas que vivem em casa, como para as de apartamento.

É importante estar sempre atento aos cuidados que cada espécie exige, mas de maneira geral, alguns cuidados podem ser benéficos para todas. No outono, as plantas entram em estágio de hibernação e se preparam para enfrentar os dias mais frios do inverno. Dessa forma, é necessário realizar mudanças e redobrar os cuidados no cultivo e nos vasos espalhados pela casa.

Como manter as plantas bonitas e saudáveis no outono

Limpeza

É característico do outono que as plantas percam suas folhas, por isso, realizar limpezas frequentes é fundamental para manter o seu jardim bonito e saudável, assim podem aproveitar melhor os benefícios dos raios solares. Para isso, remova galhos, ervas daninhas e folhas secas direto do caule. Procure utilizar uma tesoura de poda bem afiada para evitar cortes mastigados e, assim, ferir a planta.

Leia mais:  Ômar Souki - Meditação e longevidade

Um jardim bem arejado, ajudam as plantas a atravessarem da melhor forma as variações de temperatura que ocorrem no outono.

Adubação e preparação da terra

Após a limpeza, é importante preparar a terra. Essa etapa é fundamental para facilitar a absorção de adubos, deixar as raízes mais fortes e deixar folhas e flores mais viçosas.

Manuseie a terra com cuidado, ajudando na aeração do solo, assim, evita-se o acúmulo de fungos e apodrecimento das raízes. Após a preparação da terra, é hora de adubar as plantas. O adubo é a principal fonte de nutrientes das plantas, ajuda a manter a saúde e as deixa mais fortes, mesmo em períodos de menor frequência do sol.

Podas

Como no outono a incidência de luz natural diminui bastante, fazendo com que o desenvolvimento das plantas não seja tão bom, é importante manter uma rotina de poda para ajudar a preservar a saúde e deixa-las mais fortes e saudáveis. Lembre-se de manter uma rotina de poda frequente. Ação essencial para todas as espécies de plantas.

Regas

Leia mais:  Ômar Souki: A música e o cérebro

Com as temperaturas mais amenas do outono, é preciso aumentar o cuidado com as regas diárias. Não é necessário molhar o solo com tanta frequência, pois a umidade excessiva pode atrair fungos e outros tipos de pragas. Atente-se para uma rega correta, pois isso, ajudará na melhor absorção do adubo.

Fonte – C&C

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana