conecte-se conosco


POLÍTICA

“O juiz Moro não era juiz, era um canalha que estava me julgando”, diz Lula

Publicado

source
lula e moro arrow-options
Foto: Reprodução/Internet

Lula ataca Moro em discurso no ABC: “Não era juiz, era canalha”

Um dia após ser solto, em discurso político e duro, o ex-presidente Lula fez duras críticas ao juiz Sérgio Moro, a quem classificou de “canalha”, no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP).

“Muitos de vocês não queriam que eu fosse preso em abril do ano passado”, disse Lula. “Quando um ser humano, um homem, uma mulher, tem clareza do que ele quer na vida, tem clareza do que eles representam, tem clareza de que seus autores, seus algozes, seus acusadores estão mentindo. Tomei a decisão de ir lá para a Polícia Federal. Poderia ter ido a uma embaixada, a um outro país. Mas eu tomei a decisão de ir para lá. Porque eu preciso provar que o juiz Moro não era juiz, era um canalha, que estava me julgando”, afirma Lula.

Na sexta-feira (8), no primeiro contato com os apoiadores, em Curitiba, integrantes da Vigília Lula Livre pediram várias vezes paciência à militância.

Leia mais:  Bolsonaro será o presidente do partido Aliança pelo Brasil

Nas primeiras palavras após deixar a Superintendência da Polícia Federal, Lula fez críticas ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), ao ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro (ex-juiz responsável pela sua primeira condenação) e o coordenador da força-tarefa Lava Jato no Paraná, Deltan Dallagnol. Além disso, apresentou oficialmente sua namorada, Rosângela da Silva, anunciando o novo casamento.

“Quero que vocês saibam que, além de continuar lutando para melhorar a vida do povo brasileiro -que está uma desgraça- além de lutar para não permitir que esses caras entreguem o país, eu quero dizer em alto e bom som que o lado mentiroso da PF fez 1 inquérito contra mim. O lado mentiroso e canalha do Ministério Público e o [Sergio] Moro e mais o TRF-4, eles têm que saber: eles não prenderam 1 homem, eles tentaram matar uma ideia, e uma ideia não se mata. Uma ideia não desaparece”, disse o ex-presidente.

O ex-presidente saiu do prédio da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, por volta das 17h50. Lula estava acompanhado pelos advogados Cristiano Zanin Martins, Gleisi Hoffmann (presidente do Partido dos Trabalhadores), Fernando Haddad.

Leia mais:  Bolsonaro diz que brasileiro é conservador e fala em cristofobia; entenda

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

TSE indica recorde de candidatos negros e mulheres em 2020

Publicado

por

source
urna
Senado Federal/Divulgação

Regra atual não permite candidatos sem filiação partidária


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contabilizou mais de 545 mil pedidos de registro de candidaturas para concorrer às eleições municipais deste ano . A disparada no número de candidatos foi seguida por um aumento expressivo no número de mulheres e negros concorrendo aos cargos eletivos.


Em 2020, são 180.779 mulheres candidatas e, p ela primeira vez na história , desde que os dados passaram a ser contabilizados em 2014, o número de candidaturas de negros é maior do que o de brancos. Especialistas apontam que o aumento tem relação com a política de cotas partidárias de gênero e distribuição de verba da campanha e propagando eleitoral de forma proporcional para candidatos negros nos partidos.

Neste ano as mulheres são 33,1% dos candidatos (180.799 candidaturas), ainda mais do que em 2016 quando representaram 31,9% dos nomes (158.450 candidaturas) candidaturas em um universo de 496.927 candiatos registrados. 

Leia mais:  STF retoma julgamento sobre uso de dados de órgãos de controle

Quanto aos negros, este ano representam 49,87% (272.043 candidaturas) contra os 47,77% (260.574 candidaturas) de brancos. Em 2016, negros foram 47,76% (237.318) dos inscritos enquanto os brancos lideravam com 51,45% (255.689 candidaturas).


Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana