conecte-se conosco

POLÍTICA

“Nunca houve tanta violação de direitos”, afirma Damares Alves em reunião

Publicado

source
Damares
Anderson Riedel/PR

Ministra Damares Alves, da Família, Mulher e Direitos Humanos, afirmou que governadores e prefeitos estão violando direitos do povo.

No vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril que foi divulgado no final da tarde desta sexta-feira (22), a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves afirmou que “nunca houve tanta violação de direitos no Brasil”. A ministra se referia às ações de governadores e prefeitos durante a pandemia de Covid-19.

Leia também: Veja frases mais impactantes do vídeo da reunião de Bolsonaro

Damares afirmou que estão sendo construídos “mais de cinco mil procedimentos e ações” contra prefeitos e governadores que estariam violando “direitos fundamentais” da população. 

“Idosos estão sendo algemados e jogado dentro de camburões no Brasil. Mulheres sendo jogadas no chão e sendo algemadas por não terem feito nada. Nós estamos vendo padres sendo multados em noventa mil reais porque estavam dentro da igreja com dois fiéis.”, afirmou Damares, que completou dizendo “A maior violação de direitos humanos da história do Brasil nos últimos trinta anos está acontecendo neste momento”. 

Leia mais:  Pelo Twitter, Moro nega que usou troca de diretor da PF para chegar ao STF

Ao comentar os procedimentos que a pasta está adotando, a ministra disse que “a pandemia vai passar, mas governadores e prefeitos responderão processos e nós vamos pedir inclusive a prisão de governadores e prefeitos”. Damares também afirmou que o ministério irá “começar a pegar pesado” contra os governantes que violarem direitos.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

“Cientistas pedem desculpas por erro”, diz matéria compartilhada por Bolsonaro

Publicado

por

source
foto jornal
Reprodução/Twitter

Imagem compartilhada pelo presidente no Twitter

O presidente Jair Bolsonaro compartilhou na tarde deste sábado (6) uma publicação sobre a decisão do  periódico científico Lancet de retirar um artigo sobre a eficácia da hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19. A publicação ocorreu depois do presidente confirmar mudanças na divulgação dos números de óbitos e casos da Covid-19 no Brasil

Leia mais:
Conselho de Secretários de Saúde critica empresário cotado para o governo
Sem máscara, Bolsonaro chega ao Comando de Artilharia do Exército
Bolsonaro vai sem máscara inaugurar hospital e leva tombo; assista

 “Cientistas pedem desculpas por erro” diz o título da matéria do jornal Tribuna, do Espírito Santo. Veja:


Com cerca de 4 mil retuítes por volta de 18h, a publicação de Jair Bolsonaro dividiu os internautas. Os apoiadores concordavam com o presidente. Um perfil atacava os cientistas e a imprensa.

Leia mais:  Bolsonaro sinaliza que irá aprovar fundo eleitoral: "é uma obediência à lei"


Já outros perfis questionavam a intenção do presidente ao compartilhar a imagem sem comentários




Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana