conecte-se conosco


CIÊNCIA E SAÚDE

Novo surto de ebola é declarado na República Democrática do Congo, anuncia OMS

Publicado em

CIÊNCIA E SAÚDE

Um novo surto de ebola foi declarado, nesta segunda-feira (1º), na República Democrática do Congo (RDC), informou a Organização Mundial de Saúde (OMS). Segundo o governo, 6 casos da doença, que incluem 4 mortes, já foram detectados.

Os novos casos estão ocorrendo em Mbandaka, na província de Équateur, no oeste da RDC. O país, que fica no centro da África, também enfrenta a pandemia de Covid-19 e o maior surto de sarampo do mundo. Outro surto de ebola, anterior, está em fase final no leste do país, segundo a OMS.

 Surto de ebola na República Democrática do Congo — Foto: G1

Surto de ebola na República Democrática do Congo — Foto: G1

“Isso é um lembrete de que a Covid-19 não é a única ameaça de saúde que as pessoas enfrentam”, declarou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus. “Apesar de muito da nossa atenção estar na pandemia, a OMS continua a monitorar e responder a muitas outras emergências de saúde”.

Mbandaka também teve outro surto de ebola, o nono do país, de maio a julho de 2018, que matou 33 pessoas. Com o anúncio desta segunda-feira, este passa a ser o décimo primeiro surto de ebola na RDC desde que o vírus foi descoberto lá, em 1976.

Leia mais:  Profissionais de Saúde passam por treinamentos no hospital de Campanha de Combate ao Coronavírus de Iturama

“Está acontecendo em um momento desafiador, mas a OMS trabalhou nos últimos dois anos com as autoridades de saúde, o CDC da África e outros parceiros para fortalecer a capacidade nacional de responder a surtos”, disse a médica Matshidiso Moeti, diretora regional da OMS para a África.

Um homem puxa uma carroça com barris em Kinshasa, na República Democrática do Congo, em dezembro de 2018 — Foto: Baz Ratner/Reuters

Um homem puxa uma carroça com barris em Kinshasa, na República Democrática do Congo, em dezembro de 2018 — Foto: Baz Ratner/Reuters

“Para reforçar a liderança local, a OMS planeja enviar uma equipe para apoiar o aumento da resposta. Dada a proximidade deste novo surto a rotas de transporte movimentadas e países vizinhos vulneráveis, devemos agir rapidamente”, completou Moeti.

A região onde está ocorrendo o surto é próxima da fronteira com a República do Congo (também conhecida como Congo-Brazzaville, ou, simplesmente, Congo). Segundo a OMS, é esperado que a RDC tenha surtos de ebola, dada a existência do vírus em animais em muitas partes do país.

Entre 2013 e 2016, uma epidemia de ebola no oeste africano (principalmente na GuinéLibéria e Serra Leoa) matou 11,3 mil pessoas.

Leia mais:  Idosos acima de 90 anos já podem se vacinar contra COVID-19

Covid-19 e sarampo

Até esta segunda-feira (1º), a República Democrática do Congo tinha 3.048 casos de Covid-19 reportados à OMS, e 71 mortes pela doença.

Ainda segundo dados da organização, desde 2019, 369.520 casos de sarampo e 6.779 mortes pela doença foram registrados na República Democrática do Congo.

Por: G1

Comentários Facebook
Propaganda

CIÊNCIA E SAÚDE

Capacitação para agentes de endemias em Carneirinho

Publicados

em

Na manhã de hoje (22), os Agentes de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde de Carneirinho participaram de uma capacitação de como usar como usar veneno pra matar as larvas em reservatórios e recipientes.

De acordo com o Diretor de Vigilância Sanitária e Epidemiologia, Fábio Souza Ribeiro (Fabio Caixeta), antes o produto utilizado era em pó e agora é em comprimido.

Comentários Facebook
Leia mais:  Frei Gabriel tem ocupação de 75% dos leitos destinados para pacientes da Covid-19
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana