conecte-se conosco

ITURAMA E REGIÃO

Nova contratação de serviços de telefonia celular garante economia de R$ 7,5 milhões para o Estado de MG

Publicado

Uma nova contratação de serviços de telefonia celular, que atenderá os órgãos e entidades do Estado nos próximos cinco anos, foi concretizada pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) após realização de um pregão eletrônico. O novo registro de preços de Serviço Móvel Pessoal (SMP) proporcionará uma redução mínima de 57% do gasto em relação aos valores praticados atualmente, resultando em uma economia de cerca de R$ 7,5 milhões para o Estado no período.

Além de chips para comunicação por voz, a contratação inclui tráfego de dados, acesso à internet, serviços telefônicos de modalidade local e de longa distância nacional para ligações originadas exclusivamente dos terminais móveis do plano corporativo, incluindo, ainda, o fornecimento dos equipamentos necessários sob demanda.

Foram contemplados mais de 20 mil acessos para a comunicação das equipes responsáveis pelas políticas públicas e pela prestação de serviços básicos no Estado, sendo 12 mil linhas celulares e aproximadamente oito mil chips destinados especificamente para a comunicação de dados (modens). O pregão eletrônico para contratação do Serviço de Telefonia Móvel foi realizado pelo Centro de Serviços Compartilhados (CSC), em parceria com a Subsecretaria de Governança Eletrônica e Serviços da Seplag.

Leia mais:  Festa de confraternização da Câmara de Uberaba termina em briga generalizada e tiros, diz PM

“Essa estratégia de compras centralizadas, com modelagem corporativa, tende a otimizar o gasto público e potencializar os ganhos de escala nas aquisições. Por isso o Governo de Minas prevê ampliar a realização de compras centralizadas a partir de janeiro de 2021, com a implantação do Centro de Compras Compartilhados”, afirmou o subsecretário do CSC, Rodrigo Matias.

Para o pregoeiro da Central de Compras do CSC, Adilson Carvalho, o objetivo é sempre contratar o melhor serviço pelo melhor preço, atendendo às expectativas dos órgãos e entidades que participam do registro de preços e promovendo o bom uso do dinheiro público.

Além de padronizar o serviço e gerar economia, a medida também agiliza a comunicação entre os servidores estaduais e o acesso à internet e sistemas corporativos do Estado, segundo o diretor Central de Gestão de Serviços e Infraestrutura de Tecnologia da Informação e Comunicação da Seplag, Weslley Costa, um dos responsáveis técnicos pelo projeto.

“Para concluir as negociações do registro de preços, foi realizado um estudo detalhado sobre os planos comercializados pelas operadoras, além de um redesenho da demanda pública e da modalidade de contratação, removendo opções que não eram viáveis economicamente para o governo”, destacou o diretor.

Leia mais:  Montagem de lancheira saudável será tema de workshop da UNIFEV

Por Agência Minas

Comentários Facebook
publicidade

ITURAMA E REGIÃO

Festa de confraternização da Câmara de Uberaba termina em briga generalizada e tiros, diz PM

Publicado

Briga generalizada e disparos de arma de fogo foram registrados em um restaurante na zona rural, na tarde do último sábado (7), durante uma confraternização da Câmara de Uberaba.

A Polícia Militar (PM) foi chamada ao local, mas a confusão já havia terminado. De acordo com a ocorrência, alguns participantes da confraternização – incluindo o presidente da Câmara, o vereador Ismar Marão (PSD) – contaram que, além da briga, houve também disparos de arma de fogo, mas não souberam dizer quem foi o autor, que fugiu antes da chegada dos militares.

Ainda conforme a ocorrência, algumas pessoas também disseram não saber o real motivo da briga, mas citaram que o vereador Thiago Mariscal (MDB) e um amigo dele estavam envolvidos na confusão. Porém, segundo a PM, os dois citados não estavam mais no local para darem a própria versão sobre o ocorrido.

Algum tempo depois, a PM foi chamada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) São Benedito para atender a uma possível vítima da briga generalizada durante a confraternização.

Leia mais:  Você emprestaria seu rosto a milhares de robôs por R$520 mil?

Ao chegarem à unidade, os policiais constataram que a vítima se tratava do amigo do vereador Thiago Mariscal. De acordo com a PM, ele disse que foi ameaçado e agredido por pessoas participantes do evento.

Ele também afirmou que, depois iria se inteirar dos dados completos dos supostos agressores, e que então iria até uma Área Integrada de Segurança Pública (Aisp) para registrar a possível ameaça de morte, bem como a agressão sofrida.

G1 entrou em contato com a assessoria da Câmara, que não há um posicionamento, pois a confraternização foi organizada pelos servidores. A reportagem também entrou em contato com o vereador Thiago Mariscal para saber se quer se posicionar sobre o caso e aguarda retorno.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana