conecte-se conosco


Policial

MPRJ pede júri popular para acusados de matar Marielle e Anderson

Publicado em

Policial

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) pediu à Justiça que Ronnie Lessa e Élcio Queiroz sejam levados a júri popular pelas mortes da vereadora Marielle Franco e do Motorista Anderson Gomes. A informação foi publicada nesta quinta-feira (23) pelo jornal “Folha de S.Paulo”.

O MP quer evitar que os dois — presos preventivamente em março de 2019 e levados para o Presídio Federal de Porto Velho, em Rondônia — combinem versões sobre o crime.

Ronnie Lessa e Élcio Queiroz — Foto: Arte/G1Ronnie Lessa e Élcio Queiroz — Foto: Arte/G1

Ronnie Lessa e Élcio Queiroz — Foto: Arte/G1

Os promotores que assinam as alegações finais da promotoria na ação penal também pedem que os dois sejam separados em unidades prisionais federais diferentes, até que aconteça o julgamento.

À reportagem da “Folha”, a defesa dos réus negou a participação deles no crime e criticou o pedido de separação dos dois.

O crime vai completar dois anos no próximo dia 14 de março.

Marielle Franco, em foto de novembro de 2017 — Foto: Mario Vasconcellos/Câmara Municipal do Rio de Janeiro/AFP/ArquivoMarielle Franco, em foto de novembro de 2017 — Foto: Mario Vasconcellos/Câmara Municipal do Rio de Janeiro/AFP/Arquivo

Por: G1
Leia mais:  PM apreende 505 fuzis em 2019 e bate recorde histórico no RJ

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Mulher é suspeita de esfaquear companheiro em BH; homem tinha passagens por lesão corporal contra ela

Publicados

em

Segundo o boletim de ocorrência, a agressão ocorreu após um desentendimento entre o casal. As filhas da mulher, de 3 e 19 anos, presenciaram a briga.

Uma mulher, de 33 anos, é suspeita de esfaquear o companheiro, de 41 anos, dentro de casa, no bairro Lindeia, na Região do Barreiro, em Belo Horizonte, na noite desta segunda-feira (25).

Segundo o boletim de ocorrência, a agressão ocorreu após um desentendimento entre o casal. As filhas da mulher, de 3 e 19 anos, presenciaram a briga.

A suspeita fugiu após o crime e não tinha sido localizada até a publicação desta reportagem. O homem foi levado para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII com ferimentos no abdômen.

De acordo com a PM, ele tem três passagens policiais por lesão corporal contra a mulher. Ela tem 12 passagens por outros crimes.

Comentários Facebook
Leia mais:  PM apreende 505 fuzis em 2019 e bate recorde histórico no RJ
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana