conecte-se conosco


Entretenimento

Morre Zezinho Corrêa, do grupo Carrapicho, vítima de Covid-19

Publicado

source
Morre Zezinho Corrêa
Reprodução

Morre Zezinho Corrêa

O cantor Zezinho Corrêa, vocalista da banda Carrapicho, morreu neste sábado (6) vítima de Covid-19. O artista estava com 69 anos de idade e  enfrentava as complicações da doença causada pelo novo coronavírus desde o começo do ano. Ele foi internado no dia 4 de janeiro no hospital, Samel, em Manaus, e chegou a ser intubado.

A assessoria de imprensa do cantor divulgou um comunicado lamentando a morte de Zezinho Corrêa. “Agradecemos imensamente o carinho, todas as orações e todo o amor que vínhamos recebendo dos fãs, familiares, amigos e admiradores dele. O céu ganhou mais uma estrela que com sua luz brilhará para a eternidade. Obrigado por levar o nome do Amazonas para o mundo, obrigada por ser esse ser humano incrível em todos os sentidos, você já está fazendo muita falta na nossa família, daqui vamos continuar te amando sempre. Hoje a batida do tambor se calou”, diz o pronunciamento.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  A fila anda? Raissa Barbosa janta com Krawk
publicidade

Entretenimento

Ludmilla compartilha crítica sobre lockdown e apaga após ser criticada

Publicado

por

source
Ludmilla
Instagram/Reprodução

Ludmilla

Ludmilla movimentou a internet nesta sexta-feira (5), após compartilhar uma crítica ao lockdown decretado no Rio de Janeiro, onde a cantora reside com a família. A publicação da funkeira questiona se pessoas de serviços considerados não essenciais continuarão frequentando serviços essenciais. “Vidas importam e os trabalhos também”, diz um trecho do texto, que foi apagado minutos depois da publicação ir ao ar. Mas os internautas tiraram print e desde então a cantora vem sendo muito criticada por conta da postagem.

O texto publicado por Ludmilla, que é originalmente do especialista em sobrancelhas, Rafa Paixão, dizia o seguinte: “Será que o dono da academia (não essencial) continuará indo ao supermercado (essencial)? Será que o dono da loja de vestuários (não essencial) continuará indo ao posto de combustível (essencial)? Será que a dona do bar (não essencial) continuará indo à loja de material de construção (essencial)? Será que a filha do músico (não essencial) continuará naquele colégio (essencial)? Será que a dona Maria, garçonete (não essencial), pagará o IPTU (essencial)? Será que o vendedor ambulante (não essencial) pagará o aluguel (essencial)? Será que o artesão (não essencial) pagará a conta de água, luz (essencial)? Será que o que está sendo considerado não essencial, realmente não é mesmo essencial? Tudo é essencial. Vidas importam e os trabalhos também”.

Leia mais:  Marília Mendonça fala de solidão e desabafa: "Queria ser a Anitta"
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana