conecte-se conosco


POLÍTICA

Ministro Toffoli nega pedido de Alexandre Frota contra sessões presenciais

Publicado

source
Ministro do STF, Dias Toffoli negou pedido de Frota
Nelson Jr./SCO/STF

Ministro do STF, Dias Toffoli negou pedido de Frota

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, negou um pedido do deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) contra a retomada das sessões presenciais na Câmara dos Deputados após um ano de videoconferências por causa da pandemia de Covid-19.

No pedido do deputado, ele argumentou riscos à saúde dos parlamentares, servidores e seus familiares com a retomada das discussões presenciais no plenário da Câmara e pedia que fosse concedida uma liminar para manter os trabalhos de maneira online, como estava sendo feito até o final de 2020.

Na decisão, Toffoli destacou que a forma como as discussões serão realizadas dentro da Câmara é assunto interno do legislativo, e que não cabe ao Judiciário determinar controle sobre qualquer medida da casa.

O novo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), já sinalizou que a Mesa Diretora vai definir critérios e regras de segurança sanitária para a retomada das sessões presenciais.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

Mourão reage sobre suposto atrito com Bolsonaro: “nunca brigamos, p*rra”

Publicado

por

source
Vice-presidente General Mourão
Agência Brasil

Vice-presidente General Mourão

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) negou nesta segunda-feira (1) que tenha se desentendido com  o presidente Jair Bolsonaro. Os dois políticos se encontraram em uma reunião realizada no Palácio do Planalto, em Brasília.

“Nós nunca brigamos, porra”, respondeu Mourão, aos risos, quando questionaod por um jornalista.

Apesar de negar qualquer indisposição com Bolsonaro , o general foi excluído da reunião entre ministros no início de fevereiro, e durante eventos públicos, presidente e vice não apareciam juntos.

O próprio Mourão chegou a dizer que sentia falta de dialogar com o chefe do executivo em entrevista dada no final de janeiro:  

“Não há conversas seguidas entre nós. As conversas são bem esporádicas. Faz falta até para eu entender em determinados momentos o que eu preciso fazer”, disse.

Contudo, pelo menos publicamente, os governistas parecem ter se acertado. “Virou a página”, declarou Mourão.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana