conecte-se conosco


POLÍTICA

Médico ignora pandemia e celebra eleição para prefeito com shows e aglomeração

Publicado

source
Dr. Junior%2C médico eleito em Peritoró (MA) ignorou pandemia e fez festa para celebrar eleicão
Reprodução Instagram

Dr. Junior, médico eleito em Peritoró (MA) ignorou pandemia e fez festa para celebrar eleicão

Dr. Junior (PP), médico eleito como prefeito na cidade de Peritoró, no Maranhão (230 km de distância da capital), realizou um mega evento no último sábado (2) para celebrar a vitória na eleição. 

Intitulada como “festa da posse”, diversos artistas se apresentaram em um evento aberto para a população. Contudo, nas imagens registradas pelo próprio prefeito, não houve respeito ao distanciamento social , e os presentes não usavam máscaras. 

Confira o registro da festa:

No site da prefeitura , há recomendações sobre a pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) , onde é dito para as pessoas evitarem locais com aglomerações, e uma mensagem dizendo “estamos fazendo a nossa parte. Faça a sua também, pois a saúde do município é uma responsabilidade de todos”.

Apesar da nota, o último boletim epidemiológico, com registro de casos da doença na cidade foi apresentado no dia 20 de agosto. Após isso, não foi mais atualizado.

Até o último registro, Peritoró registrou 512 casos, cerca de 2,5% da população, que é de 21 mil. No estado do Maranhão, 200 mil casos e 4500 óbitos em decorrência da Covid-19 já foram confirmados.

Comentários Facebook
Leia mais:  Na Índia, Eduardo Bolsonaro diz querer abrir mercado de armas no Brasil
publicidade

POLÍTICA

Davi Alcolumbre é eleito novo presidente da CCJ

Publicado

por

source
Davi Alcolumbre (DEM-AP), novo presidente da CCJ
Jefferson Rudy/Agência Senado

Davi Alcolumbre (DEM-AP), novo presidente da CCJ

Davi Alcolumbre  (DEM-AP), ex-presidente do Senado, foi eleito para liderar a Comissão de Constituição e Justiça da Casa. Comissão é responsável por analisar primeiro as propostas enviados do Legislativo e é também, um dos colegiados de destaque do Parlamento. As informações foram apuradas pela CNN Brasil. 

A CCJ é constituída por 27 senadores titulares e 27 suplentes. Eles têm a função de observar se projetos vão de acordo ou não com a Constituição Federal ou se chocam com a legislação em vigor. A novidade foi anunciada pelo Alcolumbre em sua conta no Twitter. 

Com a troca de comando da Casa, a ida de Alcolumbre para a CCJ já era aguardada e negociada com a eleição de Rodrigo Pacheco (DEM -MG) para à presidência do Senado. Um acordo foi feito com senadores do MDB que garantia sua nomeação. Em troca da chefia da CCJ, Alcolumbre prometeu duas comissões importantes ao MDB. Irá manter a de Esportes, Educação e Cultura e acrescentará a de Serviços de Infraestrutura  que até o momento, já eram de responsabilidade do DEM. 

Leia mais:  Moraes suspende trecho de medida que flexibiliza lei de transparência do governo

Durante sessão, o novo presidente já ouviu críticas do colega Jorge Kajuru (Cidadania-GO). Kajuru declarou que presidência de Alcolumbre será péssima porque ele transformaria a comissão em um “puxadinho do Planalto”. Ainda acusou o senador de perseguição e de nunca ter avaliado um projeto criado por ele nos dois anos em que presidiu o Senado.  

Alcolumbre, sem mencionar nomes, disse que irá usar o regimento interno do Senado contra quem o ataca, o ofende e perde o controle nas críticas. “Estava ocupado com muita coisa, cuidando do país. Agora vou cuidar da minha atividade parlamentar”, disse. O novo presidente da CCJ recebeu apoio de outros senadores

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana