conecte-se conosco


Entretenimento

MC Maylon fala sobre pacto com Anderson Leonardo, o vocalista do Molejo

Publicado

source
Anderson Leonardo pretende processar MC Maylon
Reprodução/Instagram

Anderson Leonardo pretende processar MC Maylon

Maycon Douglas Porto Nascimento, mais conhecido como MC Maylon , que acusa Anderson Leonardo de estupro, revelou que o vocalista do Molejo propos a ele um pacto para que os dois nunca se separassem. A tatuagem com o rosto do artista no braço teria sido a consumação do compromisso.

“Fiz essa homenagem, porque ninguém nunca tinha feito uma tatuagem para ele. O cara era um ídolo, um pai pra mim. Eu sempre levantava muito a autoestima do Anderson, pois ele, às vezes, se coloca muito para baixo. Tive a ideia dessa tatuagem após um show em Bangu, onde haviam várias garrafas quebradas no camarim e ele falou que era para gente fazer um pacto e nunca mais se separar. Pai e filho juntos para sempre. Daí fiz a tatuagem. Ele ficou surpreso e beijou a própria testa na tattoo”, afirmou Maylon ao Observatório dos Famosos.

O MC, de 22 anos, também foi questionado sobre o motivo de não ter reagido quando notou que Anderson estava o levando para um motel. “Não saí do carro, pois eu confiava nele. Era tudo pra mim, meu pai, meu ídolo. Então nunca pensei que iria me estuprar dentro do hotel. Ele entrou para dentro do hotel para as pessoas não verem ele com um gay na rua fazendo reunião, foi isso que ele alegou pra mim. E me convenceu a entrar”.

Ao falar sobre o momento do estupro, o cantor não poupou detalhes: “Ele me chamou para dentro do quarto, fechou a porta, tirou meu telefone e tirou a blusa dele. Mandou eu sentar, que iríamos conversar, foi onde ele começou a me agredir. Começamos a medir forças, me deu pânico (…) daí ele conseguiu penetrar, eu desmaiei de dor”.

Durante o papo, o jovem ainda declarou que não tinha conhecimento da bissexualidade de Anderson e também não sentia atração física pelo músico. “Fiquei surpreso”, disse o MC.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Jonathan Neves, o ‘Tim Maia da Paulista’, morre de Covid-19

Publicado

por

source
Jonathan Neves morreu nesta segunda-feira (1)
Instagram/Reprodução

Jonathan Neves morreu nesta segunda-feira (1)

Conhecido como o “Tim Maia da Paulista”, Jonathan Neves morreu de complicações da Covid-19, na segunda-feira (1) em São Paulo. Ele sofreu uma parada cardiorrespiratória no Hospital Municipal do Campo Limpo, Zona Sul da cidade, onde estava internado desde sexta-feira (26).

Jonathan tinha parado com os shows no começo da pandemia e voltado a fazer apresentações em novembro passado, a sua morte foi anunciada pelo seu perfil no Instagram. “Quem é paulistano sabe como era bom, passear pela ‘Paulista Aberta’ e ter a oportunidade de ver uma São Paulo diferente. No meio de toda aquela variedade de atrações musicais, tínhamos algo que chamava a atenção, o grande Tim Maia da Paulista”, dizia o texto.

“Infelizmente veio a pandemia e a Paulista Aberta deu lugar ao longo período sem shows e sem o nosso Tim por lá, voltamos em novembro, pois infelizmente o nosso guerreiro precisava pagar suas contas”, explicava o comunicado. “Ele tirava o seu sustento da música, por isso retornou em plena pandemia de Covid-19, tomando todos os cuidados, mas infelizmente o nosso guerreiro se contagiou e na última sexta-feira, foi internado para tratar desta doença. Vai com Deus Jonathan, faça uma boa passagem e dê um abraço no Tim Maia”, continuava a nota.

No fim, uma homenagem de amigose familiares para o artista. “Nosso TIM MAIA DA PAULISTA deixará muita saudade, ele deixa várias lições pra nós seus familiares, fãs e amigos, que com humidade e perseverança, podemos chegar aonde quisermos. Vai com Deus Jonathan, faça uma boa passagem e dê um abraço no Tim Maia”, finaliza.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana