conecte-se conosco


Entretenimento

Martinho da Vila é vacinado contra Covid-19 no Rio de Janeiro

Publicado

source
Cantor tomou a primeira dose da vacina no Rio de Janeiro
Instagram/Reprodução

Cantor tomou a primeira dose da vacina no Rio de Janeiro

O músico Martinho da Vila , de 83 anos, entrou nesta terça-feira (16) para a lista de famosos que tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19. O sambista anunciou a notícia em seu Instagram.

“Hoje, na terça-feira de Carnaval, para o Martinho foi dia da vacina”, escreveu na legenda da rede social.

Simpático, depois de tomar a injeção, ele posou com o frasco do remédio na mão. O cantor completou 83 anos recentemente e ganhou uma homenagem da filha, a atriz e também cantora Mart’nália, 55, que postou um clique antigo com o pai em seu Instagram.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Xuxa se pronuncia sobre carro de som enviado à fazenda: "se equivocaram muito"
publicidade

Entretenimento

Raul Gazolla relembra o assassinato de Daniella Perez, filha de Glória Perez

Publicado

por

source
Raul Gazolla relembra o assassinato de Daniella Perez
Reprodução/Instagram

Raul Gazolla relembra o assassinato de Daniella Perez

A atriz Daniella Perez, filha de Glória Perez, foi morta em 1992 . Ela foi assassinada por um colega de elenco da novela “De Corpo e Alma” e a esposa dele. A artista era casada com o ator Raul Gazolla que deu uma entrevista ao programa “A Noite É Nossa”, da Record, que vai ao ar na próxima quarta-feira (3). O artista falou sobre o crime e também o relacionamento que teve com a filha da autora.

A atriz foi encontrada morta em um matal. Raul lembra que quando foi contato pela delegacia ele pensava que a esposa havia sido somente sequestrada. “Liguei para a Glória e falei que haviam encontrado o carro, mas nada da Dani. A atriz Marilu Bueno, que fazia a mãe dela na novela, que me contou. Foi muito difícil. Eu me lembro que estava no velório e que não tinha forças para nada. Eu estava há 24 horas sem comer nem dormir. Eu nem sabia como ela tinha sido assassinada porque não me deixavam ver televisão. Quando soube, fiquei doido”, recorda.

Raul conta que ele e Glória permaneceram próximos após o crime. Porém, fala que a autora só conseguiu voltar a trabalhar com ele em 2001, quase dez anos depois do assassinato. “Ela me ligou e falou: ‘Raul, eu já posso trabalhar com você’. Temos uma grande amizade, e eu tenho um carinho absurdo pela Glória. Tanto que minha filha mais nova a chama de avó. Sou amigo e fã incondicional do trabalho dela”, diz o ator, que trabalhou com a autora em novelas como “O Clone” e “América”.

O ator também falou sobre o começo do relacionamento com Daniella Perez. Eles se conheceram nas gravações da novela “Kananga do Japão”, da extinta TV Manchete. “A primeira vez que eu olhei a Dani, pensei: ‘Eu já sonhei com essa menina.’ Foi uma coisa incrível. Eu nunca a tinha visto, mas sabia que ela já fazia parte da minha vida”, conta.

Leia mais:  Gugu é o novo amor Taty Zatto, ex-participante do "Power Couple"
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana