conecte-se conosco


POLÍTICA

Marina Helou é oficializada pela Rede como candidata à Prefeitura de São Paulo

Publicado

source
Deputada Marina Helou sorrindo com blusa azul e colar no pescoço
Iury Carvalho

Deputada estadual Marina Helou (Rede) vai entrar na disputa pela Prefeitura de São Paulo

A deputada estadual Marina Helou (Rede) foi oficializada candidata para a disputa da Prefeitura de São Paulo nas eleições municipais de 2020. A confirmação foi feita em convenção realizada pela Rede Sustentabilidade na noite desta terça-feira (15) de forma virtual por conta da pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Junto com a parlamentar está Marco Di’Preto como candidato a vice-prefeito, fazendo o partido concorrer com uma chapa pura na capital paulista.

O encontro também confirmou a candidatura de mais 36 pré-candidatos da Rede à vereança de São Paulo.

Após a oficialização, Helou falou brevemente sobre as principais plataformas da campanha dela e afirmou que vai trabalhar por uma cidade mais sustentável, com redução das desigualdades.

Leia mais:  "Brinquei que estava mais popular no mundo do que o presidente eleito", diz Lula

“Nós temos uma proposta que tem como eixo principal a redução das desigualdades. Para isso, a gente vai trabalhar muito na descentralização do poder das escolhas. Vai trabalhar muito em inovação, e aqui a gente fala de trazer os melhores cases para São Paulo; o direito da internet para todas as pessoas; e trabalhar muito por uma cidade sustentável”, disse a parlamentar.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

“Tchau Salles”: Movimento pede a saída do ministro do Meio Ambiente

Publicado

por

source
Ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles
Carolina Antunes/PR

Ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles

Um movimento que pede a saída do ministro Ricardo Salles do comando da pasta do Meio Ambiente ganhou força nos últimos dias e foi alavancado ainda mais depois que Salles tentou  flexibilizar resoluções que protegiam manguezais e restingas.

Desde segunda-feira (28), quando o ministro tentou revogar as normas, a adesão a um movimento chamado Tchau Salles quase dobrou. O número de assinaturas saltou de 120 mil para 210 mil, segundo o diretor da Climainfo, Delcio Rodrigues. A informação é da coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo .

A Climainfo é uma das 22 entidades responsáveis pela campanha criada em julho, após o Ministério Público Federal pedir afastamento do ministro por improbidade.

Leia mais:  MBL protocola pedido impeachment contra Jair Bolsonaro

A revogação das resoluções elimina instrumentos de proteção com o argumento de que elas foram abarcadas por leis que vieram depois, como o Código Florestal.

Após a repercussão negativa, a  Justiça Federal do Rio de Janeiro suspendeu a extinção de duas resoluções do Conselho Nacional do Meio Ambiente, que é presidido Salles.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana