conecte-se conosco


Entretenimento

Maria Zilda critica Bolsonaro ao “enterrar” projeto de lives: “Ele não é digno”

Publicado

source
Maria Zilda chorando
Reprodução Instagram

Maria Zilda chorando

Foram nove meses no comando do que Maria Zilda batizou de Live da Alegria . As entrevistas feitas pela atriz, desde maio de 2020, ganharam grande repercussão, em meio a declarações polêmicas, revelações e brincadeiras. Mas a alegria acabou. Maria resolveu encerrar os papos virtuais, e se emocionou, não contendo as lágrimas, ao justificar a decisão para seus seguidores.

“Quero dar uma satisfação a quem foi meu parceiro, a quem me acompanhou durante todos esses meses. A Live da Alegria surgiu com o propósito de levar alegria para as pessoas. Eu não sinto mais essa alegria. Foram meses que eu consegui fazer isso, mas vai acabar porque não tem mais alegria. Não há mais pessoas que eu convide que aceitem participar. As pessoas estão muito tristes e preocupadas com a própria vida, e estão cobertas de razão. Eu também estou preocupada, panicada, estou muito só. Quero pedir desculpas por não conseguir mais levar alegria para vocês. Não está dando mais, está muito difícil”, desabafou a atriz , de 67 anos.

Leia mais:  Após divórcio, Fernanda Souza adota detox digital e vida longe dos holofotes

Durante o vídeo de despedida,  Maria Zilda ainda criticou o atual momento político do país: “O governo e a política estão acabando com nosso país. A gente combinou de não falar disso nas lives, mas esperei a última para poder falar. Esse país não é digno de nós. Esse presidente não é digno do país”.

A atriz prometeu não sair de cena de vez e disse que manteria contato com seus seguidores, a quem ela confessa ter se apegado nos últimos meses: “Vocês foram grandes companheiros para mim, foram minha vida, minha razão de viver. Uma pena que a Live da Alegria tenha terminado assim. Sempre fui muito verdadeira, e eu não ia enganar vocês e me despedir dando risada. Meus amores, se cuidem, não saem de casa sem máscara. A gente tem que ficar vivo”.

Leia mais:  Integrantes deixam Fit Dance e falam sobre baixos salários e organização
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Adriane Galisteu é criticada por festão dos 50 anos do marido

Publicado

por

source
Adriane Galisteu e Alexandre Iódice
Reprodução/Instagram

Adriane Galisteu e Alexandre Iódice


Um final de semana inteiro no Copacabana Palace com direito a um festão. Assim foi a comemoração que  Adriane Galisteu preparou para comemorar os 50 anos do marido, Alexandre Iódice. A atriz e apresentadora recém-contratada da Record poderia festejar com todo o glamour que foi o evento em um dos hotéis mais caros do Rio?

Sim, ela poderia porque o casal tem dinheiro suficiente para a badalação, mas não neste momento de um número cada vez maior de vítimas da Covid-19. Vale lembrar que ainda enfrentamos uma pandemia e as aglomerações estão proibidas. Outro detalhe: nos registros compartilhados por alguns convidados – e não foram poucos- nenhum dos presentes aparece usando máscara de proteção.


Adriane, que foi mais prudente e publicou só fotos em que aparece ao lado do marido e das mesas de doces e salgados, acabou sendo criticada pelos internautas. “Onde estão as máscaras?” , questionou um seguidor. “Ainda bem que para algumas classes sociais a Covid-19 não existe”, debochou outro e o terceiro completou: “Depois não adianta chorar pelos mortos”.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Ambiel relembra abusos e atribui eliminação à amizade com suposto agressor
Continue lendo

Mais Lidas da Semana