conecte-se conosco


POLÍTICA

Malafaia ameaça evangélicos que votarem a favor da prisão de Daniel Silveira

Publicado

source
Silas Malafaia, líder evangélico e bolsonarista
Isac Nóbrega/PR

Silas Malafaia, líder evangélico e bolsonarista

O pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus, ameaçou, nesta quinta-feira (18), deputados que votarem a favor da manutenção do deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ) – preso por incitar violência contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) .

“Alerta à Frente Parlamentar Evangélica! Deputado evangélico que votar em favor dessa aberração jurídica de manter um deputado preso por suas falas, vou denunciar aos evangélicos, para nunca mais ser votado por nós. O que está em jogo é o Estado Democrático de Direito. Absurdo”, diss, no Twitter.

Deputado Daniel Silveira, preso na terça-feira por ordem de Alexandre de Moraes (STF)
O Antagonista

Deputado Daniel Silveira, preso na terça-feira por ordem de Alexandre de Moraes (STF)

Leia mais:  "Presidente segue com total apoio da sociedade", diz Eduardo Bolsonaro

Daniel Silveira passou hoje (18) por audiência de custória. Por decisão do juíz Aírton Vieira, que atua no gabinete do ministro Alexandre de Moraes, o parlamentar seguirá preso até a decisão da Câmara dos Deputados , que pode decidir por manter a condenação ou relaxar a prisão em flagrante e derrubar a decisão do Supremo.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

Governador da Paraíba desmente Bolsonaro e o acusa de “distorcer valores”

Publicado

por

source
João Azevêdo (Cidadania), governador da Paraíba
Reprodução: iG Minas Gerais

João Azevêdo (Cidadania), governador da Paraíba

O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania) rebateu o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta segunda-feira (1) e negou que tenha recebido R$ 21 bilhões do Governo Federal para enfrentar a pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Segundo Azevêdo, os repasses do governo à Paraíba se referem a “obrigações constitucionais”, que “não podem ser usados no enfrentamento à Covid-19”.

Confira o tuíte:

No último domingo (28), Jair Bolsonaro publicou em suas redes sociais um texto onde expõe repasses do governo federal aos estados no ano de 2020.

19 governadores do país assinaram uma nota de repúdio , acusando o presidente de “priorizar a criação de confrontos” ao invés de focar no combate a pandemia, que vive o seu pior momento no Brasil .

Leia mais:  Damares filma almoço promovido por Michelle Bolsonaro para 51 crianças; assista

“Em meio a uma pandemia de proporção talvez inédita na história, agravada por uma contundente crise econômica e social, o Governo Federal parece priorizar a criação de confrontos, a construção de imagens maniqueístas e o enfraquecimento da cooperação federativa essencial aos interesses da população”, afirmam os governadores em nota.

Além de João Azevedo, nomes como João Doria , governador de São Paulo, Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul, Flávio Dino , do Maranhão, e Ronaldo Caiado, de Goiás, assinaram o documento.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana