conecte-se conosco

ITURAMA E REGIÃO

Mais de 100 vagas são criadas em abrigos de Uberaba para pessoas em situação de rua

Publicado

Devido ao avanço da pandemia do coronavírus no país, o número de vagas nos abrigos destinados à população em situação de rua em Uberaba foi ampliado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Seds) em parceria com instituições da cidade. O aumento foi de mais de 100 vagas.

De acordo com secretário da pasta, Marco Túlio Cury, as próprias instituições manifestaram a intenção de elevar o número de abrigados.

“Infelizmente, nenhuma pessoa em condição de rua é obrigada a ir para os abrigos, mas a população pode contribuir diretamente para nos ajudar. Muitos optam em ficar na rua porque recebem alimentos e dinheiro da população. Fazemos várias campanhas pedindo para que não façam isso. A situação é de guerra e, se não tivermos a ajuda de todos, iremos perder essa luta”, afirmou o secretário.

A Seds reforçou que o serviço de abordagem social é feito com equipes em turnos, das 7h às 18h e das 18h30 à 00h30, além de plantões aos finais de semana e feriados, das 9h às 23h, com circulação pela cidade e atendimento por equipe de assistência social.

Leia mais:  Limeira do Oeste inicia semana com Fumacê contra o mosquito Aedes Aegypti

A equipe é quem faz os encaminhamentos para o acolhimento na Casa de Passagem. Contatos podem ser feitos pelo telefone (34) 9 9667-4451.

Coronavírus: infográfico mostra principais formas de transmissão — Foto: Infografia/G1Coronavírus: infográfico mostra principais formas de transmissão — Foto: Infografia/G1

Coronavírus: infográfico mostra principais formas de transmissão — Foto: Infografia/G1

Por: G1

Comentários Facebook
publicidade

ITURAMA E REGIÃO

Arsae-MG inaugura Câmara de Conciliação e celebra acordo para ressarcimento de usuários

Publicado

Um importante passo visando garantir o ressarcimento de valores cobrados indevidamente dos usuários de algumas localidades onde a Copasa opera foi dado pela Arsae-MG no dia 17/03 ao assinar o Termo de Autocomposição da Câmara de Prevenção e Resolução Administrativa de Conflitos (CPRAC). O encontro foi intermediado pela Advocacia Geral do Estado (AGE-MG) por meio da CPRAC.

Em fiscalizações realizadas pela Arsae nas cidades de Iturama, Prudente de Morais, São João do Paraíso, e em Nova Lima ficou constatada que algumas Estações de Tratamento de Esgoto – ETE’s não atendiam a todos os parâmetros de eficiência estabelecidos pela Agência para a sua operação.

A procuradora da Arsae, Cintia Rodrigues Maia Nunes, que participou ativamente de todo processo explica que a Copasa, após propor ações judiciais em face da Arsae, provocou a CPRAC visando uma conciliação. “A primeira reunião aconteceu em dezembro e a segunda, em que houve a proposta da Arsae e aceite da Copasa foi em janeiro deste ano”, detalha. Ela explica ainda que é a primeira vez que a Agência integra essa Câmara, que irá garantir celeridade na restituição dos valores cobrados indevidamente dos usuários no que se refere à cobrança da tarifa de esgoto. “Judicialmente poderia demorar meses e até anos se houvessem recursos. Graças à conciliação os usuários atingidos terão a restituição dos valores cobrados indevidamente em um curto espaço de tempo”, garante.

Leia mais:  UNIFEV oferece curso prático de compostagem doméstica

Por: Assessoria de Comunicação da Arsae-MG

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana