conecte-se conosco


POLÍTICA

Lula ainda não está convencido de que pode ser solto, diz colunista

Publicado em

POLÍTICA

source
homem de camisa preta e cabelo branco arrow-options
Divulgação/Ricardo Stuckert

Ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva será ouvido pelo Conselho Nacional de Direitos Humanos

Preso em Curitiba e às vésperas da continuação do julgamento sobre prisão em segunda instância, o ex-presidente Lula não estaria convencido da possibilidade de ser solto com a continuação da votação suspensa no Supremo Tribunal Federal desde o fim de outubro.

Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, Lula afirmou a pessoas que o visitaram na prisão, em Curitiba, para “nunca contar com a clara antes de a galinha botar o ovo”. O julgamento será retomado na quinta-feira (7).

Leia também: Exército prepara estratégia para possíveis conflitos caso Lula seja solto

Até o momento, o placar está de 4 x 3 a favor da prisão após segunda instância, o que manteria Lula preso. Outros quatro votos ainda serão contados: de Cármen Lúcia, Gilmar Mendes, Celso de Mello e Toffoli.

Comentários Facebook
Leia mais:  Deputada usa máscara com a frase ''E daí?'' durante sessão na Câmara
Propaganda

POLÍTICA

Partidos protocolam pedido de cassação de mandato de Eduardo Bolsonaro

Publicados

em

Por

source
Deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)
Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi alvo de uma representação protocolada no Conselho de Ética da Câmara nesta terça-feira (13). Partidos pedem a cassação do parlamentar após fala misógina em publicação nas redes sociais.

O PT PSOL, PSB, PDT e PCdoB pediram a cassação do mandato do deputado após Eduardo se referir as deputadas presentes na Comissão de Constituição e Justiça ( CCJ ) sendo “pessoas portadoras de vagina”.

Relembre o tuíte que motivou o pedido de cassação:

“Tais fatos misóginos e desrespeitosos para com as mulheres parlamentares ganhou repercussão nacional e não pode ficar sem uma resposta enérgica desse parlamento, sob pena de se associarem ao desrespeito às mulheres de forma institucionalizada na Câmara dos Deputados”, dizem os partidos na representação.

Leia mais:  Mourão diz que vai se vacinar contra o novo coronavírus nesta segunda-feira

O filho do presidente  Jair Bolsonaro se defendeu das acusações durante sessão nesta terça (13) na CCJ, dizendo que “nada mais fez repetir palavra que a própria esquerda utiliza”.

Eduardo usou como exemplo portais de notícias, que em contextos diferentes, usaram o termo “pessoas com vagina”. Dizendo ter feito o comentário de forma irônica, não demonstrou preocupação com a representação . “O tiro vai sair pela culatra”, afirmou.

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana