conecte-se conosco


Entretenimento

Livro traz imagens que mostram marginalização dos povos da Amazônia

Publicado em

Entretenimento

source
Livro mostra registro da experiência de vida indígena de 1865 a 1908
Reprodução/Montagem 20.06.2022

Livro mostra registro da experiência de vida indígena de 1865 a 1908

A Amazônia do fim do século XIX era lugar de todas as gentes, de todas as cores, de todas as caras a falar um mundo de lingas. Mas nem tudo é verde esperança na floresta amazônica. “A Ideia de Civilização nas Imagens da Amazônia 1865-1908”, conduz, quem ler o livro, a se enveredar pela experiência de vida de quem produziu e de quem foi o foco das imagens.

Lançado pela Editora Telha, a obra desperta a curiosidade de quem está na Amazônia ou longe dela. Daqueles que desejam entender a exploração humana dissimulada na bem-aventurança do progresso.

Grandes palacetes, modernos bondes elétricos, tratamento de água, óperas famosas. Assim era a Amazônia nos tempos da borracha. A “Paris dos trópicos”, título disputado entre Manaus do Amazonas e Belém do Pará. Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais…tiveram a chance.

Leia mais:  Elton John ganhará novo documentário pela Disney+

Como afirma o autor, nas imagens fotográficas da Amazônia brasileira era mostrada “a pobreza na condição de ser civilizado e o exótico na condição de ser explorado”. Será que ainda somos assim? Reféns dos nossos preconceitos? 

Esta obra, repleta de iconografias da época, tem por objetivo a compreensão das relações sociais, políticas, econômicas e culturais, transformadas em expressões visuais, que nos mostrem a luta local pela preservação do tradicional e do “progresso a qualquer custo”.

A magia que impera no coração da maior floresta do planeta vem sucumbindo, pouco a pouco, às ações de degradação do homem, seja através das mãos dos escravos do passado, seja através da mineração ilegal do presente.

Em “A Ideia de Civilização nas Imagens da Amazônia 1865-1908”, somos capazes de refletir juntos sobre esses conceitos de arqueologia e genealogia, em que escavamos o passado com o olhar do presente. Através da tríade “Comunicação, Territorialidades e Saberes Amazônicos”, é possível contemplar investigações que deem conta do intenso trânsito étnico e cultural da região.

Leia mais:  'A gente está ficando e se conhecendo', diz Viih Tube sobre Eli

A partir deste ponto, o que temos é uma reflexão do autor sobre a seguinte pergunta: Como se constitui historicamente a ideia de civilização nas imagens fotográficas da Amazônia brasileira?

Para pautas e demais sugestões:  [email protected]

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

Entretenimento

Drica Moraes “tenta não ter preconceito” com escalação de Jade Picon

Publicados

em

Por

Drica Moraes se pronuncia sobre escalação de Jade Picon em
Reprodução/montagem

Drica Moraes se pronuncia sobre escalação de Jade Picon em “Travessia”

Drica Moraes resolveu se posicionar sobre a polêmica da escalação de Jade Picon para o elenco de “Travessia” , próxima novela das nove da TV Globo, que substituirá “Pantanal”. A influenciadora digital foi alvo de críticas após receber um papel ser ter experiência nem formação como atriz.

Em entrevista ao site F5, Drica opinou sobre a situação. “Tento não ter preconceito com as coisas à princípio, até que a pessoa me prove o contrário”, disse ela.

Entre no canal do  iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

“Sou um dinossauro já. Na minha época, tinha que fazer teatro, ter experiência de palco. Hoje os tempos são outros, não dá para ver com tanto preconceito, as pessoas podem nascer um grande talento vindo de um meio digital. A pessoa vai ter que ralar. Não vai poder fugir disso”, completou.

Leia mais:  Juliette Freire faz show no Espaço Unimed, antigo Espaço das Américas

Na trama, a Drica viverá a mãe de Chay Suedee sogra de Jade. A ex-BBB não é atriz nem tem registro profissional da categoria, o DRT e ganhou uma autorização especial do Sated-RJ (Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Rio de Janeiro) para poder trabalhar em “Travessia”.

Siga também o perfil geral do Portal iG no Telegram !

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana