conecte-se conosco


POLÍTICA

Lewandowski defende que governo apresente plano de vacinação contra Covid-19

Publicado

source
Ministro Ricardo Lewandowski
Nelson Jr./SCO/STF

Ministro Ricardo Lewandowski

O ministro Ricardo Lewandowski , do Supremo Tribunal Federal (STF), marcou para 4 de dezembro o julgamento sobre a  vacina contra a Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), e defendeu que o governo federal seja obrigado a apresentar um plano de vacinação para combater a pandemia.

O magistrado, que é relator das ações de partidos de oposição que tratam do tema, também incluiu nesta terça-feira (23) os processos na pauta da sessão virtual a ser realizada entre os dias 4 e 11 do próximo mês.

Lewandowski divulgou antecipadamente seu voto, em que sustenta ser imprescindível o Executivo enviar ao STF em 30 dias um plano “detalhado acerca das estratégias que está colocando em prática ou pretende desenvolver para o enfrentamento da pandemia”.

O ministro defende que seja exigida do Palácio do Planalto a apresentação de um programa com ações, parcerias e cronograma financeiro que garantam “a oferta e distribuição tempestiva, universal e gratuita de vacinas”.

Leia mais:  PGR nega suspeição de Moro em caso de Lula e não vê irregularidades em diálogos

Para o magistrado, o planejamento é necessário para garantir “a imunização de toda a população brasileira, segundo critérios técnicos e científicos pertinentes, assegurada a maior cobertura vacinal possível, no limite de suas capacidades operacionais e orçamentárias”.

Lewandowski também irá votar para que o Executivo tenha de atualizar o plano a cada 30 dias até o final de 2021 e que envie a atualização mensalmente a Congresso “para fins de fiscalização e controle”.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

Maia pede “urgência” na convocação de reunião para discutir colapso em Manaus

Publicado

por

source
Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre
Reprodução: iG Minas Gerais

Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre

O presidente da Câmara dos deputados,  Rodrigo Maia (DEM-RJ) informou pelas redes sociais nesta sexta (15) que irá pedir ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), a convocação de uma reunião de emergência para discutir o  colapso na saúde no Amazonas e o processo de vacinação contra ao novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil.

Maia declarou que a “urgente” situação não pode ter omissão. Confira o tuíte:

O Congresso está em recesso desde o dia 23 de dezembro, e as atividades serão retomadas apenas no dia 1º de fevereiro, um dia antes da data estipulada para as eleições que determinarão os próximos presidentes das casas.

Manaus vive o pico de contaminações da Covid-19 desde o início da pandemia. Desde a manhã da última quinta (14), se tomou conhecimento da gravidade da situação nos hospitais da cidade, que sofrem com a falta de oxigênio. No hospital universitário, foi relatado que uma ala inteira de pacientes morreram asfixiados .

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana