conecte-se conosco

Lava Jato pede para que investigações contra Serra sejam retomadas

Publicado

source
serra
Lula Marques/Agência PT – 28.9.17

Senador José Serra (PSDB-SP) é alvo de investigação sobre caixa dois da Odebrecht

A Força-tarefa da Lava Jato do Ministério Público em São Paulo (MPF) pediu, nesta sexta-feira (31), à Procuradoria-Geral da República (PGR), para que as investigações contra o ex-governador  José Serra sejam retomadas.

O senador e ex-governador do estado é  acusado pelo crime de lavagem de dinheiro, enquanto ainda era governador de SP, mas teve as investigações suspensas  após o juiz federal Diego Paes Moreira suspender a ação penal contra ele, depois que o  ministro Dias Toffoli ordenou a suspenção de todas as investigações da Lava Jato sobre o senador.

No ofício enviado à PGR, a força-tarefa da Lava Jato afirmou que “o desfecho da reclamação mostra-se essencial não apenas para que as investigações do citado esquema de lavagem de Capitais sejam retomadas, mas também para que seja retomada a própria ação penal que, em relação a uma parte dele, já havia sido instaurada”, diz o documento do MPF.

Leia mais:  Neto de Lula desiste de disputar eleições para não expor família, diz colunista

A alegação é também de que as irregularidades cometidas por Serra foram no período em que ele era governador do estado e que, por isso, a justificativa de foro privilegiado, apresentada pela defesa e endossada com as suspenções, por ele hoje ser senador não se aplicariam para impedir o prosseguimento das investigações.

Investigações

Segundo apuração do MPF,  a empreitera Odebrecht pagou a José Serra cerca de R$ 4,5 milhões entre 2006 e 2007, para ele usar na campanha ao governo do estado de SP. Além disso, cerca de R$ 23 milhões foram pagos, entre 2009 e 2010, para a liberação de créditos com a Dersa, empresa paulista já extinta, por obras em trechos do rodoanel.

Comentários Facebook
publicidade

Ex-Dominó Klaus Hee faz promoção e “desova” revistas com seus ensaios nu

Publicado

por

source
Klaus Hee e a coleção de revistas que colocou à  venda
Divulgação

Klaus Hee e a coleção de revistas que colocou à venda


Ex-integrante do grupo Dominó, Klaus Hee começou a semana revirando o baú. Na tarde desta segunda-feira, o bonitão, que também deu plantão como assistente de palco de Angélica e Celso Portiolli no programa “Passa ou Repassa”, do SBT, publicou um post anunciando a venda das edições de “Íntima” e “G Magazine” para as quais posou como veio ao mundo. Ah, e detalhe: autografadas. “Pessoal, estou desovando os exemplares das publicações adultas. Quem estiver interessado, 1 R$ 50,00 com sedex, 2 R$ 100,00 com sedex e 3 R$ 130,00 com sedex. Só chamar no direct”, disse, via Instagram.

Procurado, ele contou ao iG Gente que tem muitas revistas guardadas em sua casa, no escritório de seu primo, que é advogado e foi quem negociou o contrato na época, além de outras na residência de seu pai. “Ou seja, tenho demais! Para mim, bastam uma ou duas de cada para guardar de recordação. Isso sem contar que, agora, uma graninha é sempre bem-vinda”, manifestou-se, aos risos.

Leia mais:  Barroso vota pelo compartilhamento de dados sigilosos com o Ministério Público

Para quem não sabe ou não se lembra, o primeiro ensaio foi para “Íntima” (depois rebatizada de “Íntima & Pessoal”), que também tirou a roupa de Humberto Martins, Sylvinho Blau Blau, Waguinho, ex-Morenos, Renato Gaúcho, entre outros famosos. Foi em 1999. Cinco anos depois, porém, Klaus aceitou a proposta da “G Magazine”. A chamada de capa fazia alusão à sua semelhança com o astro do filme “Top Gun — Ases Indomáveis”: “O nosso Tom Cruise é melhor que o deles”. Foi um sucesso! Tanto que, em dezembro de 2006, voltou às páginas da publicação sob o sugestivo título: “Mais maduro e gostoso que nunca”.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana