conecte-se conosco


POLÍTICA

Kalil pede união durante posse virtual em BH: “Estamos no mesmo barco”

Publicado

source
Prefeito de Belo Horizonte (PSD) Alexandre Kalil
Amira Hissa/PBH

Prefeito reeleito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD)

Em discurso de posse feito de forma remota nesta sexta-feira (1º), o prefeito reeleito de Belo Horizonte , Alexandre Kalil (PSD), pregou a união e o respeito às diferenças, e fez referência indiretamente ao combate à pandemia da Covid-19 . Por medida de segurança sanitária, Kalil participou por videoconferência da solenidade que empossou ele, seu vice Fuad Noman e os 41 vereadores eleitos na capital mineira.

“Estamos no mesmo barco, na mesma canoa. Sairemos de um jeito melhor ou pior na frente”, afirmou Kalil, numa referência à pandemia atual. “A verdade vai continuar prevalecendo na prefeitura de Belo Horizonte. O que poderá ser feito, será feito. Há um grande trabalho pela frente”, completou.

No último ano, Kalil chegou a travar embates públicos com o governador de Minas, Romeu Zema (Novo), por defender medidas restritivas mais duras no combate à Covid-19. Zema, que se mostrou mais alinhado ao presidente Jair Bolsonaro, resistiu a adotar medidas como fechamento de atividades comerciais. Com a reeleição em primeiro turno na capital, com 63% dos votos válidos , Kalil passou a ser cotado para disputar o governo do estado em 2022.

Na posse do novo mandato, o prefeito de Belo Horizonte frisou o tom conciliatório, disse que a capital mineira é “uma cidade de todos, de LGBTs, de cristãos, de evangélicos, de negros” e agradeceu à oposição.

“Claro, temos divergências, teremos divergências, mas quero deixar aqui, todos que me conhecem sabem que não sou de demagogia e não gosto de mentira. Agradeço a quem me apoiou e a quem foi oposição. A pluralidade é muito importante. Temos que saber conversar com o diferente”, disse Kalil.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

Ciro Gomes pede impeachment de  Bolsonaro: “condena população à morte”

Publicado

por

source
Ciro Gomes falou sobre a pandemia e pediu o impeachment de Jair Bolsonaro em suas redes sociais
Reprodução: iG Minas Gerais

Ciro Gomes falou sobre a pandemia e pediu o impeachment de Jair Bolsonaro em suas redes sociais

O ex-candidato à presidência da República, Ciro Gomes (PDT) , comentou nesta sexta-feira (26) sobre a atuação de Bolsonaro na pandemia em um momento que o sistema de saúde tem entrado em colapso em diversas cidades . Ele voltou a pedir o impeachment do presidente.

“Mais uma vez me dirijo ao que resta de decência do Congresso Nacional: manter Bolsonaro como presidente é manter nosso povo acuado, sem emprego, sem renda, sem comida e condenado à morte!”, disse em sua conta no Twitter.

Ciro afirmou que a rejeição de Bolsonaro às medidas de contenção à Covid-19 e a promoção de aglomerações é “criminosa”. 

Leia mais:  Crivella é alvo de pedido do Ministério Público para quebra de sigilo de dados

“O Brasil está muito próximo de viver uma tragédia assustadora! Governadores e prefeitos estão tentando proteger a população com medidas restritivas, como toque de recolher e lockdown”, defendeu. “E Bolsonaro, CRIMINOSAMENTE, promove aglomerações em municípios com graves índices de Covid-19”, completou. 

“Bolsonaro está condenando a população brasileira a assistir ainda mais mortes. Repito: o que está projetado para os próximos dias é terrível. É o colapso do sistema de saúde!” 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana