conecte-se conosco


Tecnologia

Instagram remove filtros de ‘cirurgia plástica’ da rede social

Publicado em

Tecnologia

source
filtro arrow-options
Olhar Digital

O Instagram vai remover filtros relacionados a cirurgias plásticas


A Spark AR , estúdio responsável pelos  filtros de realidade aumentada  usados no Instagram e Facebook , anunciou que está removendo todos os filtros associados a ” cirurgia plástica “, como os que aumentam lábios, ressaltam bochechas, afinam queixo ou simulam um “lifting” da pele, entre muitos outros.

Os  filtros não são produzidos por  InstagramFacebook , mas as empresas disponibilizam as ferramentas para que outros desenvolvedores criem os mais diversos filtros neste estúdio. Por isso, tudo o que passa por lá deve ser aprovado. Além de  filtros que fazem modificações nos rostos, serão vetados também aqueles que fazem marcações no rostos das pessoas, simulando a indicação de pontos que  precisam de cirurgia plástica

Leia também: Sem fofoca: Instagram tira aba “seguindo” do aplicativo

De acordo com o estúdio , a decisão faz parte de uma política de bem-estar digital , evitando que os usuários busquem uma versão idealizada de seus corpos e, consequentemente, se submetam a procedimentos estéticos desnecessários.

Leia mais:  Apple vale US$ 2 tri: valor de empresa nascida em garagem já é maior que PIB de 95% dos países

Em um post no Facebook , o grupo detalhou as medidas tomadas

  • Remover da Galeria de Efeitos do Instagram todos os efeitos que sejam relacionados a cirurgias plásticas
  • Adiar a aprovação de novos efeitos associados a cirurgia plástica até decisão futura
  • Continuar a remover efeitos que violam as políticas do grupo à medida em que são identificados.

Leia também: Instagram lança ferramenta contra bullying e assédio; saiba como usar

Um estudo publicado em junho deste ano apontou que o uso de apps como o YouTubeTinder Snapchat  estava associado a um aumento na aceitação de cirurgias plásticas . Até mesmo o uso do WhatsApp e Photoshop poderiam levar a uma mudança na forma como os usuários percebem seus próprios corpos, segundo os pesquisadores.

Comentários Facebook
Propaganda

Economia

Banco do Brasil libera uso do PIX em seu bot para WhatsApp

Publicados

em

Aproveitando a boa recepção do público, o Banco do Brasil se tornou a primeira instituição financeira do país a liberar o uso do PIX pelo WhatsApp. A novidade foi anunciada nesta semana e funciona de forma relativamente simples.

O usuário só precisa chamar o Banco do Brasil no WhatsApp (61 4004-0001), cadastrar sua conta e escrever a palavra PIX. Após isso, o mensageiro deve exibir um menu com as opções de pagar, receber ou cadastrar chave PIX.

Imagem/Reprodução: mobiletime

O bot usado pelo Banco do Brasil foi anunciado no ano passado e já faz uma série de outras operações. Caso o usuário já tenha se cadastrado no PIX, o uso da ferramenta no WhatsApp é ainda mais fácil:

Em casos de pagamento, o assistente virtual deve solicitar a chave PIX do recebedor e o valor. O banco deve informar o nome e a instituição de destino para confirmar a transação. Caso tudo esteja certo, basta apenas responder “sim” para receber um link seguro onde será necessário digitar a senha. Após essa etapa, o comprovante é exibido no mensageiro e pode ser compartilhado.

Caso o usuário queira receber, basta apenas escolher a opção no menu e informar a chave de recebimento, valor e descrição. Assim, o WhatsApp deve exibir um QR Code para ser compartilhado com o pagador. Vale lembrar que o Banco do Brasil é parceiro do sistema de pagamentos do WhatsApp, que ainda não foi liberado pelo Banco Central.

Leia mais:  Governo lança aplicativo eSocial Doméstico

FONTE: https://www.tudocelular.com/mercado/noticias/n166485/banco-do-brasil-pix-whatsapp-bot-pagamentos.html

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana