conecte-se conosco


CIÊNCIA E SAÚDE

Iniciou-se a vacinação contra COVID-19 para idosos 90+ em Iturama-MG

Publicado

Na sexta-feira(12) iniciou-se a vacinação contra COVID-19, para idosos acima de 90 anos em Iturama – MG.

Por um respeito maior e melhor aos idosos, o Prefeito Claudio Burrinho juntamente com o secretario de saúde Rogério Ribeiro solicitaram a vacinação contra a COVID-19 destes em casa.

Veja o vídeo e saiba mais:

Por: Prefeitura de Iturama

 

Comentários Facebook
Leia mais:  Detran-MG retoma atendimento presencial a partir da próxima semana em todo o estado
publicidade

CIÊNCIA E SAÚDE

Covid-19: Prefeitura de Uberaba impõe medidas mais rígidas e fecha supermercados aos domingos

Publicado

Moradores circulam no Calçadão da Artur Machado, no Centro de Uberaba — Foto: Reprodução/TV Integração

Novo decreto também suspende aulas presenciais de Ensino Superior e aumenta valor de multa para infratores. Em reunião com prefeitos do Triângulo do Sul, Elisa Araújo falou sobre a internação de pacientes de outros municípios.

O Decreto Municipal 222, que estabelece regras de enfrentamento à Covid-19 em Uberaba, foi prorrogado por mais 15 dias a partir de quinta-feira (25). Além disso, também foram impostas outras medidas ainda mais rígidas para conter o avanço da doença na cidade. A prorrogação está no decreto 306, publicado no Porta-Voz de quarta-feira (24).

O Município fez um alerta em relação às fake news que circulam na internet sobre o decreto. Em reunião com prefeitos do Triângulo do Sul, a prefeita Elisa Araújo (Solidariedade) tratou sobre a internação de pacientes com Covid-19 de municípios da região.

Até o dia 11 de março, o funcionamento de supermercados, mercados, minimercados, mercearias, armazéns, varejões, centro de distribuição de alimentos e a Feira da Abadia está suspenso aos domingos.

Também estão suspensas as aulas presenciais nas Instituições de Ensino Superior (IESs), permitindo apenas aulas práticas para o Internato de Medicina e para os acadêmicos dos dois últimos anos dos cursos da área da Saúde.

Leia mais:  Adolescente é apreendido no Triângulo Mineiro com 350 kg de maconha vinda do Paraguai

O critério para esta decisão foi baseada no aumento de casos de coronavírus em jovens com idades entre 20 e 29 anos, conforme dados apresentados pelo Observatório Covid-19 Uberaba, projeto de pesquisa da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) voltado para a análise técnica da evolução da doença no município.

A multa para os infratores também aumentou, passando a ser de R$ 586,94 a R$ 5.869,40, além da interdição imediata do estabelecimento. Outra novidade é que a multa será aplicada tanto ao proprietário do estabelecimento infrator, quanto aos organizadores do evento e aos participantes que estiverem no local descumprindo as medidas de biossegurança previstas no decreto.

Também conforme o Porta-Voz de quarta-feira, a suspensão e cirurgias eletivas e internações clínicas eletivas nos hospitais públicos e privados de Uberaba foi prorrogada por prazo indeterminado.

Reunião com prefeitos

Em reunião virtual com os prefeitos da macrorregião do Triângulo do Sul, a prefeita Elisa Araújo (Solidariedade) alinhou que o decreto de Uberaba seja referência para os decretos dos outros 26 municípios desta região.

Leia mais:  Vacina russa diz que teste no Brasil começa na quarta, mas Anvisa afirma que não recebeu pedido de pesquisa ou registro

Ficou acertado também que os pacientes com Covid-19 da macrorregião que estão internados em Uberaba voltarão para a cidade de origem assim que saírem do risco de transmissibilidade.

Desta forma, os leitos de enfermaria serão desocupados mais rapidamente, contribuindo para evitar o esgotamento do índice de ocupação dos leitos.

Segundo a prefeita Elisa, para receber pacientes de outras regiões, foi estabelecido um índice, que é calculado diante da relação de casos ativos por leitos disponíveis, para que não prejudique o atendimento aos pacientes do Triângulo do Sul.

“Por isso, no momento, não estamos aptos a receber pacientes. Estamos melhorando a nossa estrutura de atendimento para não haver colapso”, ressaltou.

Ainda segundo Elisa, muitos questionam o motivo de o Hospital São José não ser usado para atender pacientes com Covid-19.

“A abertura deste hospital requer um investimento de, aproximadamente, R$ 5 milhões, além do tempo da obra. Um valor que não temos no momento. E, caso venhamos a conseguir, é mais eficiente equipar o Hospital Regional e contratar mais equipes de saúde”, acrescentou.

Por: G1 Triângulo e Alto Paranaíba

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana