Menu

Na TV, Dilma exibe Lula; Aécio diz que país piorou; PSB faz tributo a Campos

Na TV, Dilma exibe Lula; Aécio diz que país piorou; PSB faz tributo a Campos

A presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, pediu no primeiro programa do horário eleitoral na televisão um segundo mandato "para colher" o que plantou no primeiro. O adversário Aécio Neves (PSDB) afirmou que o país "piorou" nos últimos quatro anos. O programa do PSB se concentrou em homenagens a Eduardo Campos, mas não mencionou a candidatura de Marina Silva, que ainda será oficializada como substituta do presidenciável, morto em acidente aéreo na semana passada.

O programa da presidente Dilma apresentou imagens de obras em andamento no país, como hidrelétricas, rodovias e ferrovias. Em seguida, Dilma diz que os investimentos realizados precisam de um tempo de "maturação" para dar resultado.

"Tem um tempo de maturação. Tudo isso vai aparecer, concretamente, mudando a vida das pessoas. Você plantou o que vai colher no segundo mandato. E tem mais coisa pra plantar", disse a presidente na propaganda.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que teve falas intercaladas com as de Dilma no programa do PT, também defendeu o segundo mandato para a presidente.

Lula argumentou que o segundo mandato dele foi "melhor" que o primeiro e indagou: "Já imaginou o preojuízo que o país teria se eu não tivesse o segundo mandato?"

"Meu segundo mandato foi melhor que o primeiro. Com Dilma, tenho certeza que vai ser assim. A Dilma está vencendo a pior crise da economia mundial sem cortar emprego, sem cortar salário. A Dilma está com muito mais energia para tocar para a frente", afirmou.

A propaganda de Aécio Neves mostrou cenários em diferentes partes do país com pessoas assistindo a programas de televisão em que o candidato falava.

Aécio criticou a inflação e disse que o Brasil está pior nos últimos anos.

"O país está pior nos últimos quatro anos. O Brasil que vinha bem, que vinha avançando, perdeu o rumo. Mas é importante que fique claro: o problema não é o Brasil. É a forma que o Brasil vem sendo governado", afirmou.

A exemplo do que vem fazendo nos eventos de campanha, Aécio repetiu no programa, que "o brasileiro quer mudança".

"Mas não é mudar por mudar. É mudar para melhorar", disse. Ele ainda afirmou que, no que depende das pessoas, o Brasil vai bem. Mas, "no que depende do governo, vem dando errado".

No programa do PSB, não houve participações de locutor ou de apresentador. Durante todo o 1m49s da propaganda, foram exibidos trechos de Eduardo Campos em atividades da campanha. O programa mostrou frases de discursos de Campos e imagens de bastidores da campanha do então candidato. Campos morreu após a queda, em Santos (SP), do avião em que viajava e será substituído pela vice, Marina Silva, cuja candidatura deverá ser anunciada nesta quarta-feira (20), em Brasília.

O PSB reprisou o momento em que Campos proferiu a frase "Não vamos desistir do Brasil", que foi transformada em um bordão nas homenagens ao ex-governador de Pernambuco.

voltar ao topo
Info for bonus Review bet365 here.